publicidade

A batalha mais difícil da nossa vida é contra nós mesmos

Frequentemente, agimos como se fosse uma guerra nossa contra o mundo, quando, na verdade, nosso único inimigo somos nós mesmos. Em certas ocasiões, perdemos para a fraqueza, outrora para a maledicência ou para o temperamento. Exatamente por isso que, muitas vezes, manter nossos princípios firmes e fortes é vencer a nós mesmos.



Algumas situações exigem muito da nossa força interna para ganhar essa luta entre quem a gente é hoje contra quem queremos nos tornar. Dentre elas estão quando:

1. Agimos pelo mal

Somos humanos e isso nos torna suscetíveis a ter ímpetos do mal. A atitude que faz a diferença na alma é aceitar que não somos de todo bons e, então, vencer esse sentimento lutando contra os pensamentos de maldade e substituindo-os pelo que nos traga paz.


2. Perdemos para o temperamento

Existem pessoas que conseguem nos tirar do sério e sempre haverá. Nossa batalha está em favor da paciência. Respirar fundo e, ao invés, de responder de imediato, distrair a mente colocando o foco para bem longe da situação. É difícil, mas a recompensa de não revidar uma ofensa é maravilhosa e eterna.


3. Cometemos um erro

Todos nós sabemos o que é certo e errado. Entretanto, muitas vezes, a irresponsabilidade ou um desejo desenfreado faz com que avancemos além dos limites das pessoas, da ética e até mesmo dos nossos próprios princípios. Mas as consequências são tão problemáticas e acumulativas que nenhum ato ilícito vale a pena.


4. Temos pensamentos negativos

Sobre alguma situação, alguém e até sobre nós mesmos. Quando os pensamentos ruins brotam na mente, é hora de entrar na briga e expulsá-los da nossa vida. Faça um esforço. Eles voltarão. Continue buscando pensamentos bons. Não desista. Você precisa pensar o bem para ser feliz.



5. Menosprezamos a nós mesmos

Tire da sua cabeça toda a ideia de que você não tem capacidade. Que seu valor é inferior ao dos outros. E, também, pare de verbalizar tais blasfêmias contra si mesmo. Foque nas suas qualidades e em planos para superar defeitos, mas jamais perca essa batalha.


6. Falamos mal dos outros

É uma tendência de quem foi ferido. Diminuir ou expor o outro é uma forma de aliviar a dor, mas isso não cura o coração, apenas o engana e traz uma energia muito ruim para a nossa vida. Por isso, policie-se. Toda vez que for falar algo negativo de alguém ou algo, segure o ímpeto. Seja forte!



7. Sentimos medo

Existem medos que nos alertam, mas há aqueles que são invenções da nossa cabeça, ou criados a partir de acontecimentos ou traumas. Vencer medos irreais é a luta mais difícil que temos na vida. Mas muito vale a pena. Porque vencer medos é soltar as amarras que nos impedem de ser feliz.


8. Nós nos vitimizamos

Vitimizar-se é um pedido de socorro. É uma forma de demonstrar nossa carência e solidão e, às vezes, nem nos sentimos tão vítimas, apenas queremos atenção. Mas antes de vencermos a dor da vida é preciso que a gente pare de falar do quanto somos sofredores. Se algo dói, procurar uma ajuda real é o ideal. Complacência dos outros não cura ferida, apenas prolonga sofrimentos e nos faz realmente vítimas, porém, de nós mesmos.

Melhorar enquanto seres humanos é uma tarefa extremamente difícil. Mas vale a pena porque nos ajuda a viver mais satisfeitos e tem a ver com nossa missão nesse mundo, que é a de escrever uma linda história de vida.

Viemos para evoluir nossa alma e é isso o que nos torna mais fortes, porque, quando vencemos os inimigos internos, nenhum inimigo da vida é capaz de nos derrubar.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O segredo: sergezap / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.