A batata-doce pode ajudar a combater gastrite, refluxo, azia e úlceras!

Os problemas estomacais são muito comuns. Todos conhecemos alguém que sofre com essas condições e muitas vezes somos pessoalmente afetados por elas. As condições mais comuns são úlceras, gastrites e refluxos.



Além dos tratamentos convencionais, existe uma opção mais “natural” que pode ajudar a combater os problemas estomacais: a batata-doce!

Quando consumimos uma mistura de batata-doce com aproximadamente 600 ml de água filtrada, nós nos tornamos mais fortes contra estes distúrbios.

Explicamos abaixo de forma simples o modo de preparação dessa incrível bebida:

1. Descasque a batata e coloque-a em uma tigela com um pouco de água. Dessa maneira, a batata não vai escurecer.


2. Coloque a batata e os 600 ml de água num liquidificador e coe a mistura com a ajuda de um pano. A parte escura vai corresponder ao líquido, e a parte branca ao polvilho.

3. Desfaça-se da parte líquida, você precisará apenas do polvilho.

4. Coloque o polvilho em um lugar seco.


5. Quando estiver seco, dissolva uma colher desse polvilho de batata-doce em 200 ml de água e mexa bastante.

Depois disso, é só beber! No entanto, é importante que se lembre de tomar essa mistura duas vezes por dia, um copo por vez, e em jejum, antes do almoço e antes de jantar.

Depois de um tempo, você poderá sentir uma melhora em seus problemas estomacais citados no início do artigo!


*Nota: As informações e sugestões contidas neste artigo têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: sommai / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.