Reflexão

A característica mais tóxica de pessoas difíceis é não saber ouvir

capa A caracteristica mais toxica de pessoas dificeis e nao saber ouvir
Comente!

Conviver com pessoas assim é muito complicado.

Ter de lidar com pessoas difíceis é algo realmente complicado, ainda mais quando fazem parte do nosso convívio social ou debaixo do mesmo teto, tornando assim as coisas ainda piores, pois não há escapatória. Relacionamentos tóxicos podem ser extremamente frustrantes e desgastantes.

Mas você já se perguntou o que mais o incomoda em pessoas difíceis? A verdade é que todos podemos ser pessoas difíceis. Assim como há dias bons, também há dias ruins, e é normal nos decepcionar em algum momento, e é exatamente nesses momentos que podemos reagir mal com alguém ou permanecer distante, sendo “a pessoa difícil” da vida de alguém.

Pessoas difíceis de fato costumam complicar os relacionamentos em praticamente todas as situações. Geralmente, suas atitudes são defensivas, e podem destruir sua capacidade de ouvir, de modo que é praticamente impossível lhe dizer algo para melhorar esse relacionamento. As reações são difíceis de controlar, pois essas pessoas não sabem ouvir. É comum elas se sentirem superiores, que tenham respostas com argumentos na ponta da língua, menosprezem os outros ou suas ideias, motivando momentos de conflito e frustrações.

Um estudo da Universidade Bar Ilán revelou que a característica que mais incomoda nas pessoas difíceis é sua falta de capacidade de apoiar e validar os outros. Os psicólogos entrevistaram mais de 1.100 pessoas, as quais relataram mais de 12.000 relacionamentos, e cerca de 15% das pessoas de nosso convívio próximo podem ser classificadas como “pessoas difíceis”. As relações mais conflituosas foram as de casal, pais e irmãos, provavelmente porque se tratam de pessoas que convivem muito próximas e fazem parte daquele círculo de confiança.

O que mais incomoda um ser humano, principalmente em relacionamentos amorosos, é a falta de compromisso ou reciprocidade. É não receber aquele suporte esperado, enquanto estava disposto a fornecê-lo. Dar algo sem receber nada em troca pode ser extremamente desgastante e exaustivo, é horrível perceber que só você estava disponível e deixando todas as suas prioridades de lado.

Com isso, uma das pessoas corre o risco de ser a eterna “doadora”, claro que doar traz felicidade, mas também existe o direito de receber. E pessoas difíceis costumam ser apenas “receptoras”, mas não é saudável quando apenas uma parte se compromete, pois não existe equilíbrio. O relacionamento passa a ser tóxico.

E não se trata de dar apenas para quem tem algo a oferecer, mas sim, de garantir que as pessoas que amamos também nos recompensem equitativamente, é saber que, assim como você, essa pessoa também estará disponível quando precisar para ajudar você ou apenas ouvi-lo e apoiar quando necessário.

Nem sempre é fácil encontrar o equilíbrio em relações interpessoais, infelizmente, na maioria dos relacionamentos, sempre há uma pessoa que dá mais, que quer mais e que também está disposta a se comprometer mais. O objetivo é encontrar esse equilíbrio, no qual as necessidades de ambos sejam satisfeitas.

No relacionamento, o diálogo é sempre importante, então expectativas que não são informadas ou acordadas por ambas partes podem destruir relacionamentos. É fácil criar suposições e imaginar o que queremos que alguém faça por nós, mas no fim ficamos decepcionados por essa pessoa não corresponder às nossas expectativas.

Lidar com pessoas difíceis próximas de você pode se tornar um labirinto, mas que tem saída. O primeiro passo é entender o que a pessoa espera de você e dizer para ela o que está disposto a fazer. Mostrando o quanto se importa e o quanto a ama, mas também estabelecendo alguns limites. Depois, comunicar suas expectativas é algo excepcional, pois só assim a pessoa saberá exatamente o que se espera dela, como também o nível de comprometimento nesse relacionamento e o grau de responsabilidade.

A última coisa é saber o que se pode esperar do relacionamento, e esse será o ponto mais importante da conversa, pois é por ele que serão esclarecidas e negociadas muitas coisas do convívio, livrando-se assim de mal-entendidos.

Comente!

A motorista de ônibus escolar segura a mão de um menino que chorava no seu primeiro dia de aula

Artigo Anterior

BBB22 rende R$ 600 mi à Globo e já é o mais lucrativo da história

Próximo artigo