3min. de leitura

A compreensão de que a vida é cíclica é libertadora

A vida é cíclica, portanto, um eterno e incansável movimento de expansão e recolhimento. O dia surge, mas logo vem a noite. O mês tem seu início e logo termina. Uma estação começa, desenvolve-se, mas logo é substituída.


Assim, como na natureza, vivemos diversos ciclos simultâneos durante toda a nossa vida.

Incontáveis são os começos e recomeços, alegrias e frustrações, os sucessos e os insucessos. Aquele, que a noite, estava debruçado em lágrimas, ao amanhecer, é tomado por um sorriso largo e contagiante. O que outrora sofria com a perda de um emprego, recebe uma ligação inesperada e logo está empregado novamente.

Após, o entendimento de que a vida é cíclica, é preciso compreender a importância de identificar quando um ciclo se inicia e quando ele está prestes a terminar.

Certa vez, em uma de suas belíssimas reflexões, o ilustríssimo e renomado poeta português, Fernando Pessoa, disse:


“Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos”.

Compreender em que fase você se encontra é o que lhe proporcionará mais assertividade nas ações e decisões que precisa tomar nas diversas áreas da sua vida. Convido-o a fazer uma breve, mas importante, reflexão.

Quais ciclos na sua vida precisam ser iniciados e você está postergando repetidas vezes? Quais deles precisam ser fechados? Existe alguma área da sua vida na qual você está patinando pela falta de renovação?

Concluindo, há tempos onde iniciamos processos e planos e nos atualizamos, desfrutando do que foi alcançado.


Mas há também momentos em que precisamos fechar ciclos e nos abrir para novas possibilidades, dando início a uma nova jornada que um dia também chegará ao fim.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / simonapilolla





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.