AmorMensagem de ReflexãoO Segredo

A dor de um amor não correspondido…

a dor de um amor não

Quem nunca sofreu a dor de um amor não correspondido e sentiu que o chão simplesmente saiu dos seus pés? E aquela dor que parece que nunca vai ter fim? Uma dor pior do que qualquer dor física que se pode ter, porque não existe remédio na farmácia que ameniza essa frustração.



Mas eu tenho uma boa notícia para quem sofre desse mal. Sim! Existe vida após a dor de um amor não correspondido. E que provavelmente nem seja amor realmente.

Bom,vou explicar melhor para vocês.

Como todos sabemos, o amor tem de ser algo positivo, algo bom e tantas outras qualidades que todos nós estamos cientes.Se não for correspondido, e consequentemente criar sofrimento, aí podemos ter certeza,isso não é amor! Mas somos teimosos e encaramos a conquista como um objetivo de vida. E se o amor passa a ser um objetivo e não um sentimento, ele perde sua essência.


Como enfrentar a dor desse “amor” não correspondido?

O ser humano é muito ímpar, cada qual tem seus métodos eficazes… Ler um livro, praticar esportes,ouvir uma boa música, ou até mesmo chorar e chorar, até colocar para fora toda essa dor que dá um nó na garganta.

Mas uma coisa é clichê e fundamental.. Amar a si mesmo, antes do próximo, porque quando a gente se ama, não existe amor não correspondido que afeta nossas estruturas e nos deixam cair num abismo profundo, como se não existisse mais sentido na nossa vida.E cá para nós? Talvez não foi o primeiro e talvez nem será o último.

Portanto, sejamos mais adultos com nossos sentimentos e mais verdadeiros com nós mesmos, para que de fato possamos encontrar o verdadeiro amor, aquele correspondido que a maioria sonha,e pode realizar!


 

Shatkarma, a purificação orgânica

Artigo Anterior

Eu perdi o interesse em você…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.