A felicidade começa quando encontramos a nós mesmos

Antes de tudo, seja feliz com você. No momento certo as pessoas certas estarão ao seu lado.

Certa vez, estava sentado em um píer, observado as turbulentas águas de um rio descerem, desviando de pedras e outros obstáculos, enquanto eu esperava alguns amigos que viajariam comigo. Fiquei ali por horas, e em uma época em que o acesso a um celular era complicado, não tinha como eu enviar uma mensagem e saber onde cada um deles estava. Não era tão simples saber se eles se atrasariam ou se não mais iriam. Por isso, fiquei horas e horas ali.

A água seguiu correndo rio abaixo. O café que eu bebia, acabou. A noite chegou e nada de alguém, aparecer. Voltei para casa e antes mesmo de ligar e descobrir o que havia acontecido meu pai passou o recado de que eles mandaram haviam decidido ir a um jogo de futebol. O sentimento, no exato momento em que isso acontece, é de solidão.

Uma sensação de que seus planos não interessam outras pessoas e que elas já estão envolvidas com suas próprias decisões.

Lembrei da água se desviando das pedras no rio e seguindo seu destino. Pensei por mais alguns instantes e decidi fazer aquela viagem sozinho. Entrei no carro e segui o roteiro escrito na agenda, mesmo com a sensação de solidão que me perseguia desde o começo.

Depois de alguns quilômetros rodados me dei conta de algo: Não eram apenas meus amigos que estavam comprometidos com seus próprios planos, e sim todas as pessoas se comprometem com o que acreditam e com o que querem fazer de fato. Porque eu deveria investir tanta energia exigindo que as pessoas fizessem a minha viagem?

Primeiro, você precisa ser feliz consigo mesmo!

Quando trocamos a história dessa viagem pela felicidade que procuramos dia após dia, podemos perceber o quanto depositamos nossas esperanças em outras pessoas. Como investimos nossos desejos esperando que os outros façam o que desejamos que fizessem, quase como se os obrigassem a isso.

Mas como esperar que nossa felicidade esteja na ação de outra pessoa?

Como esperar que nossos sonhos sejam realizados apenas se alguém estiver ali para se juntar a nós, quando e como queremos?

Se eu lhe disser que esse sentimento de solidão não me incomoda mais, estaria mentindo. A vontade de compartilhar cada experiência em um novo post. Cada nova paisagem. Cada nova amizade. Cada novo amor. Cada novo plano é cada vez maior nesse tempo de internet fácil.

Porém, hoje, eu não me sento mais à beira de um rio apenas a espera de alguém que possa me encorajar na busca pela minha felicidade. Hoje eu observo quem está disposto a se juntar a um caminho de alegria que eu busco; respeito quem não estiver procurando o mesmo destino que eu, mas sigo em frente, sozinho e buscando, cada vez mais, ser e estar feliz comigo mesmo.

Antes de tudo, seja feliz com você. Aproveite seus momentos sozinhos, seus sonhos, seus desejos e tudo o que lhe traz  alegria. No momento certo as pessoas certas estarão ao seu lado.

Abraços e boas escolhas!


Direitos autorais da imagem de capa: wallhere / 745244



Deixe seu comentário