ColunistasFelicidade

A felicidade que está em nós

A felicidade dentro de nós

Sempre vivemos em busca da tal da felicidade. Estamos à sua procura diariamente em algum lugar, em alguma viagem ou acreditamos que a encontraremos em algum grande amor.  



Temos lapsos dela.  Então, de repente, sentimos que nosso mundo está pequeno, até minúsculo, pois de tanto procurar o que nos disseram que teríamos que encontrar, ficamos frustrados e caímos na armadilha de que não valemos nada, não somos ninguém.

Este é o momento no qual devemos nos blindar contra o superficial. O mundo “não real”.  Aquele das aparências. O que não é. Tantas pessoas parecem felizes. Mas será?

Vejo um mundo enlouquecido e com tanta pressa. A sociedade atual nos faz acreditar que o mais feliz é o mais rico, o mais belo ou que tem aquilo que não temos. Ou o que tem mais “likes”.   Então passamos horas e horas em nosso mundo virtual e nos esquecemos de viver.  Nem notamos que somos engolidos pela virtualidade.


Quero lhe fazer um convite à reflexão. Que tal olharmos para dentro de nós mesmos e encontramos as belezas escondidas na nossa alma? 

Acredito que temos sentimentos mais profundos que só nós sabemos que somos capazes de sentir. O amor.  Não me refiro ao amor por outro alguém. Mas o amor a essas belezas implícitas em nossa essência.

Sempre acreditei no poder dos elementos a nossa volta. O fogo, o ar, a água e a terra. Quando entramos em contato com a natureza, podemos experimentar essas vibrações.  Com o mar, rios e cachoeiras vivenciamos a água, o sol nos remete ao calor do fogo e as árvores nos presenteiam com as sombras, brisas, a terra e o ar.

São tantas belezas que não conseguimos descrever. Surge então aquela enorme gratidão. É quando você aproveita a oportunidade de agradecer ao Planeta.


No fundo, todos nós sabemos que fazemos parte dessa grande corrente de energia que gira em torno do Universo

Sentimos essa natureza em nosso íntimo quando sentimos o frescor da água, o cheiro da mata molhada e escutamos os sons à nossa volta. “Você está vivo” e tem motivo melhor do que esse para vislumbrar a felicidade? Então, somos, sim, capazes de encontrar essa felicidade nessas pequenas coisas.

Somos seres que se encantam e se apaixonam. Sofremos, sorrimos, cantamos. E é justamente aí que está a sua beleza singular. A que faz com que seus amigos e aqueles que o amam queiram estar ao seu lado.

Somos humanos feitos de uma combinação tão complexa e tão simples ao mesmo tempo.


Sendo assim, não percebemos a nossa grandiosidade e acabamos absorvidos pelas armadilhas do frenesi. Vivemos tão conectados nas redes e tão desconectados de nós mesmos.

Outra capacidade que temos é de sermos solidários. É através do olhar do outro que encontramos também as belezas escondidas no nosso ser. Então criticamos o mundo torto e louco, mas não estendemos a mão a um vizinho, a um amigo, quem dirá a um desconhecido.

Se você ama e se doa, você consegue transformar o mundo. A hora é essa. O que estamos esperando?

O amor se manifesta de diversas formas. Essa pode ser a grande chance de experimentar um amor diferente.


Uma lágrima que pode descer e emocioná-lo. Uma oportunidade de fazer a diferença na vida de alguém.

Por esse motivo, eu o convido a levar esse ser incrível que está escondido aí, a um passeio silencioso onde finalmente, então, você possa encontrar dentro de si mesmo a “tal da felicidade”.



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / soleg

Às vezes, o amor da sua vida não é o amor pra sua vida

Artigo Anterior

5 situações em que perdoar o próximo requer tratamento emocional

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.