Comportamento

“A gente cansa da humilhação.” Morador de rua recebe repaginada no visual e decide mudar de vida

Foto: Arquivo pessoal
morador de rua 1

Com apenas 33 anos, Bruno recebeu ajuda de um cabeleireiro, esse acabou se tornando o primeiro passo para uma mudança radical.

A vulnerabilidade social é um tema delicado e caro à sociedade, isso porque pode representar não apenas um abandono do poder público, mas também uma negligência da própria população. Embora a população de rua tenha aumentado expressivamente nos últimos anos, ainda assim segue invisível, sem receber nenhum tipo de incentivo ou auxílio para conseguir sair dessa realidade.

De acordo com projeção feita pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) em 2020, cerca de 221.869 brasileiros viviam nas ruas naquele ano, o que representava 0,1% da população. Mas, de acordo com o Movimento Nacional da População de Rua (MNPR), esse número pode ser muito maior, chegando a meio milhão de brasileiros, sendo que mulheres e crianças acabaram se tornando um grupo maior nos últimos anos.

Como a população em situação de rua é invisível, não existem dados oficiais que remontem a história brasileira, tanto que sequer o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) possui uma contagem oficial dessas pessoas. A pandemia tem agravado ainda mais os números, desde que a Covid-19 se tornou uma constante e a taxa de desemprego aumentou, trazendo crise sanitária, econômica e social, famílias inteiras acabaram nas ruas.

Para Bruno Henrique Cassimiro Ramos, de 33 anos, a trajetória de vida sempre foi complexa e acidentada, e a vulnerabilidade social sempre foi uma constante. Vivendo em situação de rua em Votorantim, interior de São Paulo, ele acabou ganhando uma mudança no visual pelo cabeleireiro Leandro Matias, um importante passo que o ajudou a buscar uma mudança mais profunda em sua realidade.

2 6

Morador de rua ganha novo visual no interior de SP e decide mudar de vida – Direitos autorais: Reprodução / Arquivo pessoal

Segundo reportagem do G1, Leandro estava parado em um semáforo quando Bruno lhe pediu ajuda, naquele momento decidiu oferecer uma completa repaginada em seu salão de beleza. Ele deu um cartão de visitas, mas o homem não o procurou naquela semana, mas o cabeleireiro decidiu ir buscá-lo onde estava vivendo, em uma casa abandonada.

transformacao morador 1

Cabeleireiro fazendo transformação em morador de rua de Votorantim – Direitos autorais: Reprodução / Arquivo pessoal

Leandro explica que disse que ele poderia tomar o “banho da sua vida”, se alimentar e depois ainda passaria por uma repaginada no visual. Bruno recebeu luzes, um bom corte de cabelo, esfoliação no rosto e até mesmo arrumou as sobrancelhas, as mudanças foram tão impactantes que ele acabou ficando em choque, sem acreditar que era ele mesmo quem estava no espelho.

O cabeleireiro publicou fotos do antes e depois de Bruno em sua página do Instagram, e muitas pessoas engajaram as imagens, realmente impressionadas com a transformação que estavam vendo. Muitos usuários se colocaram à disposição para ajudar o homem no que fosse necessário, como por exemplo uma dentista, que ofereceu um tratamento dentário gratuito.

2 A gente cansa da humilhacao Morador de rua recebe repaginada no visual e decide mudar de vida

Direitos autorais: Reprodução Instagram/ @leandromatias1984

A repercussão foi tamanha que acabou o inspirando a mudar completamente de vida, e Bruno disse que não quer mais viver em situação de rua e sente saudades de seu trabalho. A imagem acabou rodando o mundo, e a irmã dele acabou entrando em contato com Leandro, tentando encontrar formas de vê-lo de mudar para a Itália, onde ela e o pai moram. Qualquer doação pode ser feita através das redes sociais do cabeleireiro, basta entrar em contato por mensagens.

História de abandono

Bruno nasceu em Minas Gerais, e com apenas cinco anos foi abandonado pela mãe, indo morar com a irmã e depois com o pai, mas acabou indo morar em um orfanato. O pai e a irmã se mudaram para a Itália sem ele, o que complicou ainda mais sua história. Segundo o homem, ele se tornou uma pessoa em situação de rua depois de uma desilusão amorosa.

Ele chegou a ir para clínicas de reabilitação duas vezes em Araçatuba, no interior de São Paulo, e começou a trabalhar como técnico de iluminação, quando conheceu uma pessoa e acabou se apaixonando. Segundo Bruno, ele estava em um ótimo momento da vida, mas acabou descobrindo uma traição em 2019, que acabou o motivando ir embora para Sorocaba.

3 4

Morador de rua de Votorantim trabalhava como técnico de iluminação – Direitos autorais: Reprodução/Facebook

Porém, assim que chegou à cidade, não conhecia ninguém, e como estava no início da pandemia no Brasil, no começo de 2020, acabou precisando morar nas ruas, sem encontrar emprego ou estadia. Sem receber ajuda, ele acabou voltando a consumir drogas, e acabou se desiludindo com a vida. Mas ele se cansou da humilhação, e sabendo que aquele era o passado, optou por aceitar a mudança.

0 %