ColunistasSuperação

A gente continua…

a gente continua

Haverá dias em que a alegria não caberá no seu sorriso e a sua consciência chegará até a contestar essa realidade. Um conselho? Derrame-se. Mostre, demonstre, manifeste.



Sucinto. Logo o dia vira e a noite chega. O café já não está tão quente como quando acabou de ser feito. O seu entusiasmo pela vida, mesmo jovem, também pode esfriar. Todavia, não seja triste.

Você pode ficar triste. Cansar da dieta, de se exercitar, de mandar mensagens, de fazer mais que suas obrigações ou até mesmo de dar tanto de você a algo que não lhe é recíproco. À vida, quem sabe? – ela tem dessas coisas!

Todas as flores um dia murcham. Mas isso não as faz perder beleza. Um pouco de água e calor, quase sempre lhe dão energia para vicejar novamente. Todo mundo precisa disso. É nessa metáfora que a gente questiona: “Tenho sede de quê?”, “Depois de tantas pancadas da vida, quantos graus célsius são necessários para aquecer tudo novamente?”.


Tampouco a gente percebe que está tudo aqui dentro. É a nossa própria companhia, nossos próprios sonhos e nossa própria fé quem rega. Ninguém mais. Somos completos na nossa emenda.

E é aí, então, que a gente continua.

Nos dias seguintes haverá pessoas que lhe farão o bem, e outras que só lhe trarão o mal, tenha você feito alguma coisa ou não. Haverá também canções, de todos os tipos de notas e letras. Haverá pessoas que você levará para o resto de sua vida. E haverá pessoas que você deverá deixar para trás. Idas e vindas, altos e baixos. Amores de uma só noite, e um amor para a vida toda.

Haverá dois, ou três caminhos diferentes e é você que deverá escolher. Por vezes irá acertar o caminho correto a seguir, mas outras entrará no meio da escuridão, e terá de enfrentá-la sozinha.


Haverá segredos que poderão ser compartilhados, e outros, que guardará para si mesmo. Dias em que o tênis e os fones serão seus melhores amigos, mas outros que o farão refletir no quanto você é fraco. É assim que a vida é.

Enganou-o quem disse um dia que você deveria ser forte o tempo todo. Você não tem essa obrigação.

Você deve ser quem é, ainda que você não tenha todas as respostas e só por hoje precise ficar sozinho.

Sejamos de carne e osso! Ninguém precisa ser legal, social, criativo e espontâneo o tempo todo. Procure-se e encontre-se quantas vezes forem necessárias. A gente termina por esquecer que desacelerar é o que acaba nos impulsionando nos dias cinzas.


E sabe… amanhã o verão vai trazer o amarelo. A nota aguda vai dar mais emoção. A sua mãe vai descobrir um tempero novo para sua comida preferida. O seu telefone pode tocar. Ou simplesmente você vai acordar regada de paz, assim, sem precisar explicar.

Enquanto isso não acontece, a gente continua, e os que são capazes de compreender isso, continuam com a gente.



Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / leszekglasner

Sou grata por cada pessoa que bateu à minha porta, por tudo que a vida me ofereceu e me retribuiu

Artigo Anterior

Almas ciganas: “A terra é a minha pátria, o céu o meu teto e a liberdade é a minha religião!”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.