2min. de leitura

A gente não controla a vida, nem as estações. cactos também são flores. vai ficar tudo bem

Florescer exige passar por todas as estações.

Enfrentar grandes tempestades, passar por terríveis secas, exaurir-se no calor ávido das expectativas não correspondidas. Ainda assim, a gente tem o dom de florescer.



Com paciência a vida nos ensina, ou nos empurra goela abaixo, que não é só sombra e água fresca que faz sermos quem somos. O duro sol faz derreter toda e qualquer esperança de controle.

A gente não controla a vida, nem as estações. Dói. Dói perder algumas folhas. Dói ver algumas flores que cultivamos se desfazendo. É esquisito quando a água fresca não é suficiente para alcançar e saciar os nossos caules.

A vida é frágil. Nossos sentimentos e vontades também são. 

A felicidade não é constante, por isso precisamos deixar todas as portas abertas. E as janelas também. Só para garantir que vez ou outra alguma brisa nos traga descanso.


Engana-se quem pensa que para entendermos a vida precisamos vê-la.

E tudo aquilo que não há explicação? Quem o vê? Quem o define?

Assim como o vento que de tão forte bagunça os cabelos, mas que tão logo já foi, passou, já está ventando em outros lugares.


Tão passageiro, tão incerto. Cactos também são flores. Vai ficar tudo bem.


Direitos autorais da imagem de capa: wallhere / 61761

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

* Matéria atualizada em 13/10/2018 às 7:36






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.