A humildade é a beleza de quem a possui, uma verdadeira joia que reluz

Algumas pessoas já nascem humildes, outras arrogantes desde pequenas. A humildade está entrelaçada no âmago do ser, é a beleza de quem a possui, uma verdadeira joia que reluz.

Pessoas grandes são humildes e amáveis, são sábias, e sabem dar valor para pessoas de valor, ou seja, todas. Sabem que pessoas desprezadas por suas más condutas, têm dentro de si tesouros, às vezes difíceis de perceber. Sabem que todas merecem apreço, para que a amargura não as faça escurecer ainda mais.

Pessoas humildes não sabem como adquiriram essa qualidade; mas quando não nascem, a vida ensina. Situações e sofrimento transformam, e como Deus diz: “O choro enobrece o coração do homem”. Quantas mudanças, quantos diamantes depois da ação do fogo!

Não se preocupe com aqueles que gostam de desqualificar o próximo, precisam de paz mais que qualquer outro. Suas atitudes revelam sua tormenta interna, confusão e desprazer com tudo.

Se possível, afaste-se; se não, aprenda a não se abalar e a se manter intocável com o tempo.

Se todos são feitos do mesmo barro, por que alguns se julgam porcelanas? Por se sentirem pequenos e incompletos. Suas poses não são compatíveis com o que sentem sobre si mesmos. Pisam para poder subir, desprezam para se sentirem com valor.

Pessoas humildes são seguras de si, nada precisam tumultuar para amar a si mesmas.

“Ninguém tenha de si mesmo conceito mais elevado do que deve ter; mas, ao contrário, tenha um conceito equilibrado de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu”. Romanos 12:3.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / hikrcn



Deixe seu comentário