A inspiradora conversa entre Buda e um pobre homem – todos temos nossas próprias riquezas!

Uma história inspiradora sobre uma conversa de Buda e um homem pobre.

As pessoas consideradas pobres são aquelas que não possuem condições financeiras para suprir todas as suas necessidades básicas. No entanto, a pobreza não está apenas relacionada ao dinheiro, existem pessoas que são muitas ricas, mas que possuem um estado mental realmente pobre.

Precisamos ser sensatos. Claro que não podemos dizer a alguém que mal tem o que comer que pobreza é um estado de espírito, uma mentalidade. Porém, todas as pessoas, até as mais financeiramente prejudicadas têm algo para nos oferecer e ensinar.

Nossa sociedade está mais cheia de “pessoas pobres” do que imaginamos. Existem os pobres de dinheiro, de amor, de empatia, de sonhos, e a lista segue. Entretanto, tendemos a só enxergar a pobreza de dinheiro e é por isso que tantas pessoas vivem em uma verdadeira miséria, mas não reconhecem.

Abaixo apresentamos uma história inspiradora de Buda com um homem pobre, que pode nos ensinar uma lição muito importante sobre o que realmente importa na vida.

Homem: Por que sou tão pobre?

Buda: Você não está doando o suficiente.

Homem: Mas eu não tenho nada para doar.

Buda: Você tem pelo menos 5 coisas para doar. Seu rosto. Você pode sorrir. Seja alegre, feliz.

Sua boca. Você pode falar palavras de bondade, encorajar as pessoas e oferecer conforto.

Seu coração. Você pode abrir seu coração para os outros. Seja sincero e gentil.

Seus olhos. Você pode olhar para as pessoas ao seu redor com bondade e compaixão.

Seu corpo. Você pode usar seu próprio corpo para ajudar os outros.

Veja, você não é nada pobre. A pobreza vive em nosso coração.

Por mais que nem sempre seja fácil aceitar, a realidade é que todos nós temos bênçãos, todos somos ricos de alguma maneira, todos podemos contribuir para o bem do mundo.

Às vezes, só o que precisamos é enxergar além da nossa própria percepção, das limitações que acreditamos ter, dos preconceitos e ignorâncias. Esses são nossos verdadeiros inimigos, que nos impedem de enxergar todas as possibilidades da vida.

Perceber que ninguém é totalmente pobre, que todos temos as cinco coisas listadas por Buda disponíveis para doar àqueles ao nosso redor, é o primeiro passo para criarmos um caminho mais positivo e frutífero, que nos levará a uma vida de sucesso, amor e gratidão!


Direitos autorais da imagem de capa: Apiary Studio / Unpslash



Deixe seu comentário