A irritação é para os fracos, os fortes agem serenamente



Você anda irritado com o trânsito? Ou simplesmente irritado em seu trabalho, com o baixo salário, ou ainda em sua casa, com a esposa que tudo lhe cobra, com o marido sem iniciativas ou com os filhos que não o respeitam?

Em qualquer um destes casos a irritação apenas denota a sua fraqueza, a sua impotência. Mas não uma impotência real e sim a existência de uma crença condicionada em sua impotência.

Sempre há algo que podemos modificar. Deixar-se irritar é o mesmo que se deixar ofender, atingir de alguma forma, sentindo-se contrariado.

Porém, a questão é: por que você não arregaça as mangas para mudar o seu mundo? Por que não age de modo maduro e faz a sua parte no exercício do seu poder e transforma o que lhe é acessível?

Cada vez que você se sentir irritado, tenha a mais absoluta certeza de que você está se submetendo a alguém!

Irritação é raiva. E raiva nós somente sentimos quando nos colocamos injustiçados diante da vida. Quando você se sente injustiçado, você se vitimiza, nega a sua responsabilidade na atração daquela situação. Pode até ser que o outro realmente tenha lhe prejudicado, pois cada um tem a sua própria culpa, porém, se é você que deseja a mudança, é você que tem que sair da posição do ofendido, do impotente, do magoado, do atingido.

Pare de delegar poder às mãos de quem você se deixa irritar! Até mesmo porque você, ainda por cima, se deixa vampirizar, pois seus pensamentos e sentimentos ficam fixos em determinada pessoa e situação, perdendo energia e fortalecendo o outro.

Pense bem: se você dedica minutos, horas, dias pensando em alguém e se irritando, você está visualizando o outro com um poder sobre você, e acaba por cristalizar situações concretas de submissão da sua parte e domínio do outro sobre você e suas emoções!

Então, cada vez que algo ou alguém o irritar, apenas aja! Aja no sentido do que é correto para você!



Seja você mesmo o seu maior protetor, preservando seus princípios, sua dignidade, seus sonhos, seus direitos! Quando quiserem ser injustos com você, simplesmente não permita!

Imponha-se e pague o preço por ser verdadeiro, corajoso, e não tenha medo de perder! O medo de perder, seja o suposto amor do outro, uma situação conveniente profissional, ou seja, lá o que for, este medo o escraviza e, normalmente, as pessoas se calam e se vendem, e assim vivem irritadas, nervosas, porque não fazem o que o coração pede, não se protegem com autorrespeito, não se valorizam o bastante!

Então, não cometa mais esse erro, pague o preço pela sua serenidade, seja um guerreiro em sua defesa, mas com a alma serena de um iluminado.

Levante a espada para cortar as correntes que o aprisionam, mas aja com a sabedoria e a tranquilidade de quem simplesmente cumpre o justo em sua vida! Podemos ser fortes e calmos, ao mesmo tempo, pois, como nos explica a raiz da palavra, agir na calma, é agir com alma! Portanto, a irritação é para os fracos, os fortes agem serenamente, sem adiamentos, sem autoenganos, merecedores da justiça pessoal!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.