4min. de leitura

A oração realmente tem o poder de auxiliar na cura de doenças, confirma cientista

As pessoas de fé usam a oração como a sua maior arma na hora de se comunicar com Deus e interceder por seus objetivos.


Para essas pessoas, a oração possui um poder divino e realmente facilita o caminho das suas bênçãos.

Para aqueles que não possuem nenhuma crença, isso pode parecer perda de tempo, mas o poder da oração é real, e isso foi confirmado pela ciência.

Dr. Andrew Newberg, professor da Universidade Thomas Jefferson, nos Estados Unidos, estuda o efeito da oração no cérebro humano há mais de 20 anos, e afirma que a oração não é uma cura contra o câncer, que em alguns casos pode ser tão importante quanto a ciência para ajudar os pacientes a se curarem.


Newberg fez um experimento muito interessante: ele selecionou alguns idosos com problemas de memória para analisar antes, durante e depois das meditações e orações.

Esse estudo foi feito diariamente, por doze minutos, durante oito semanas. O resultado foi muito positivo. Newberg afirma que nosso cérebro pode viver experiências como essa facilmente, independentemente de religião.

O pesquisador monitora a atividade cerebral das pessoas por meio de um corante radioativo: “Você pode ver que tudo fica vermelho aqui quando a pessoa está em repouso, mas você vê essas cores amarelas quando ela está realmente orando”, disse Newberg, apontando para uma tela de computador mostrando a atividade cerebral.

Ele acredita que essas mudanças na atividade são sinais do poder da oração na cura pessoal: “Vemos não apenas mudanças nos níveis de atividade, mas em diferentes neurotransmissores, os produtos químicos em nosso cérebro.”


Como o corpo básico do cérebro funciona com frequência cardíaca, pressão arterial e sistema imunológico, Newberg disse: “Há evidências para mostrar que, durante essas práticas, você pode causar muitas mudanças diferentes em todo o corpo, o que poderia ter um efeito curativo.”

O médico acredita que a oração e a medicina funcionam muito bem juntas, e devem andar em conjunto:

Até onde sabemos, não é uma cura para o câncer (…). A oração não vai curar alguém de doença cardíaca. Não podemos dizer às pessoas para orar e melhorar, isso realmente não faz sentido. A razão pela qual isso funciona é que faz parte do sistema de crenças da pessoa.

Ele disse que achou particularmente “divertido” assistir ao que aconteceu dentro do cérebro de um grupo de freiras franciscanas quando entraram em oração meditativa juntas.

Ele relatou que a área do cérebro associada ao senso de si começou a se “desligar”. “Você se torna conectado a Deus, você se conecta ao mundo (…). O seu eu meio que desaparece.”

Essa é uma grande evidência de que as orações podem ser ainda mais poderosas do que imaginamos.

O que você pensa sobre isso? Deixe um comentário abaixo com a sua opinião e compartilhe o artigo com os seus amigos nas redes sociais!

 

*Com informações da NBC News.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos. Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: anelina/123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.