Reflexão

A pessoa certa não se importará com seus colapsos nervosos!

capa site A pessoa certa nao se importara com seus colapsos nervosos

Quando encontramos a pessoa certa, não importa mais qual o nível de nossos problemas, tudo passa a ser enfrentado como casal.



Para todos aqueles que desejam encontrar sua alma gêmea, se é que isso existe mesmo, um dos principais sinais de que a pessoa ao seu lado é a certa envolve encontrar soluções em conjunto. Não existe nenhuma relação intocável, que permanece em cima de uma torre de marfim sem nunca ser atingida pela rotina ou pelos problemas.

Sabemos que as relações interpessoais são difíceis, quantas vezes não sentimos vontade de debater com nosso chefe, nossos amigos e nosso companheiro? As diferenças nas personalidades fazem com que os desentendimentos ocorram, mesmo que ambas as pessoas sejam tranquilas.

Um namoro ou casamento, que envolve evolução definitivamente, já passou pelo estágio da discussão. Expor pontos de vista, não gostar de determinadas situações, querer impor cada um a sua vontade, tudo isso faz parte do desenvolvimento natural das relações. Mas para obter sucesso, é preciso que o casal queira crescer junto, um sempre respeitando o outro, sem nunca querer anular o outro lado, ou mesmo se anular, em busca da felicidade.


É importante atentar para o fato de que nenhum dos dois tem obrigação de lhe oferecer a felicidade guardada em um potinho, isso nem existe. Para que uma pessoa faça a outra feliz dessa maneira, muito sofrimento e completo esvaziamento de personalidade e vontades entram em jogo. O casal precisa percorrer junto esse caminho tortuoso que leva a momentos de intensa felicidade.

Não é à toa que, nas cerimônias de união, os oficiais perguntem para os dois se eles estão dispostos a se amar nos bons e nos maus momentos, e isso nos mostra que “a pessoa certa” vai muito além de aparência e de amor à primeira vista, tem a ver com disposição, vontade e determinação para fazer funcionar.

Tire da sua cabeça a imagem do príncipe ou da princesa de contos de fadas, é preciso mais do que encontrar um sapatinho de cristal para fazer o outro feliz, para encontrar em conjunto essa felicidade. É necessário que o outro compreenda suas falhas, seus colapsos, seus momentos de insatisfação, e vice-versa. É preciso compaixão, é preciso interesse.

Isso, obviamente, não significa que os dois precisam estar dispostos a tolerar grosserias, violência, xingamentos, inclusive, se um dia isso acontecer, pule fora o quanto antes. É uma cilada, Bino! Significa que cada um carrega defeitos, muitos dos quais queremos sim mudar e melhorar, e o outro precisa respeitar esse tempo.


Cada pessoa tem um tempo para enfrentar determinada situação, e encontrar um companheiro que esteja disposto a incentivar e esperar esse momento certo definitivamente mostra o tamanho do caráter. É preciso mais do que uma bela face para fazer o outro feliz, é preciso ética, é preciso responsabilidade emocional, porque nem sempre é fácil dizer a verdade a quem amamos, mas é sempre necessário.

Por isso, quando encontrar essa pessoa capaz de enxergar você para além da imagem, provavelmente encontrou a certa, aquela que está disposta a encarar os momentos difíceis, aquela que o parabeniza pelas conquistas e que sempre vai ficar radiante com a sua felicidade. Nunca aceite menos do que isso.

De resto, é importante estar disposto a oferecer exatamente o que se espera, sem impor vontades e sem agir com incoerência. A responsabilidade emocional serve para todos, em todos os relacionamentos, sejam de amizade ou amorosos. Se você quiser realmente um relacionamento maduro, capaz de transpor momentos de tensão, provavelmente vai acontecer, só não se prenda a algo menor do que merece, lembre-se que precisamos sempre honrar nossas vivências, e isso inclui respeitá-las.


Técnicas de enfermagem debocham de paciente que tentou suicídio e são afastadas de hospital

Artigo Anterior

Bebê abandonado em bueiro é salvo graças a miados de gatos

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.