Comportamento

“A pior pandemia é o egoísmo.” Professor faz importante alerta antes de morrer de covid-19

capaa pior pandemia e o egoismo professor faz importante alerta antes de morrer de Covid 19

O professor, já no hospital, compartilhou uma importante mensagem sobre o comportamento das pessoas durante a pandemia. Confira!



A pandemia de covid-19 tem vitimado milhões de pessoas no mundo todo. Apesar de lutar  bravamente por suas vidas, muitos não são capazes de vencer o vírus e partem, deixando uma grande tristeza e vazio no coração dos amigos e familiares.

Enquanto ainda estão vivas, muitas vítimas da doença procuram usar as próprias experiências para promover reflexões e tentar despertar a consciência daqueles que ainda não estão levando essa realidade a sério.

Esse é o caso de Guillermo Javier Migliorini Izurieta, um professor argentino de 27 anos. Segundo informações do portal La Voz, o jovem, que vivia em Mar del Plata, já tinha tomado a primeira dose da vacina, no dia 10 de março, mesmo assim foi contaminado e perdeu sua vida no último dia 10 de maio.


Ele poderia ter se tornado apenas mais um nas estatísticas, mas o seu caso se tornou famoso em sua região por causa de uma mensagem bastante reflexiva que ele compartilhou em seu perfil no Facebook.

Guillermo escreveu que foi ao hospital cuidar de seu diagnóstico porque não estava com a saturação boa, e que tinha muita fé nos profissionais encarregados de seus cuidados e nas pessoas que gostavam dele e estavam orando e lhe enviando boas energias.

2a pior pandemia e o egoismo professor faz importante alerta antes de morrer de Covid 19

Direitos autorais: reprodução Facebook/Guillermo Javier Migliorini Izurieta.

O professor, que foi ao hospital cuidar de seu diagnóstico porque não estava com a saturação boa, escreveu que “a pior pandemia que existe é o egoísmo”, e pediu que os pais que têm filhos em escolas particulares se coloquem no lugar dos que estudam em colégios públicos, em muitos dos quais não existe ventilação. Também alertou as pessoas que andam de carro a pensarem em quem usa os ônibus, sempre com as janelas fechadas.


Em sua reflexão, Guillermo tentou despertar empatia e consciência nas pessoas, para que deixem de expor ao vírus aqueles ao seu redor, muitas vezes em condições mais sensíveis.

Infelizmente, depois de dois meses de luta, o professor perdeu a batalha e se despediu deste mundo, mas não será facilmente esquecido. Suas palavras de alerta ficaram no coração de muitas pessoas, e ele recebeu um reconhecimento especial.

Professores que trabalhavam com Guillermo disseram que ele era um “exemplo”, comprometido com a sociedade e com todos os seus alunos, além de ser sempre alegre e entusiasmado.

Assim como o professor, muitas outras pessoas que se foram tentaram conscientizar a população. Que os seus exemplos sejam valorizados!


Compartilhe o texto em suas redes sociais!

Delegado diz que roubo de pássaro pode ter provocado sumiço dos meninos: “Reação do tráfico”

Artigo Anterior

Física brasileira tem reconhecimento internacional e recebe o mesmo título que Albert Einstein e Mandela!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.