ColunistasDesenvolvimento Pessoal

A vida é uma fonte infinita de começos e recomeços. Não desista!

Há um propósito escondido em tudo o que acontece. Há sempre algo novo a se descobrir. A vida é uma fonte infinita de começos e recomeços.



A vida é uma caminhada contínua e desafiante, e é preciso se saber importante durante todo o trajeto, sentir-se privilegiado, mesmo em tempos de incerteza, é preciso procurar força nos momentos de fraqueza e ser firme nos momentos mais dolorosos.

Há um propósito escondido em tudo o que acontece. Há sempre algo novo a se descobrir. A vida é uma fonte infinita de começos e recomeços.

E não é preciso acreditar em destino para enxergar a vida assim. A quem é adepto da filosofia do acaso, também é possível perceber que há um propósito em tudo o que acontece. As lições que ficam fazem parte do maravilhoso processo que é viver em plenitude.


As surpresas, as novidades, as más notícias nos trouxeram ao que somos hoje. As lutas, fracassos e vitórias foram responsáveis pelo nosso jeito de encarar a vida. A distância, as doenças, as separações, a morte… Todos são processos que exigem o máximo da nossa força, são como pausas, nas quais a vida parece ter ficado suspensa, sem a certeza do próximo passo.

Há um escuro, um vazio ao redor de tudo, que só o tempo é capaz de clarear ou preencher.

É preciso crer em que algo bonito virá depois do sofrer, pois sempre virá algo de bom. Novas descobertas, novas alegrias, novos amores, novos desejos, nova visão, com mais sabedoria e mais gana de viver tudo o que há para ser vivido.

A vida sempre traz suas recompensas a quem não desiste de acreditar em dias melhores.


Ser capaz de perceber que as batalhas nos faz mais fortes é o que nos torna bons combatentes. E vencedores! E isso não é sobre fama ou dinheiro, é sobre continuar sorrindo mesmo depois da tempestade. É sobre juntar os pedaços depois de ter se quebrado e sobre achar o caminho mesmo estando perdido e com medo.

Vencer é conseguir se reconstruir, se reinventar depois de se olhar no espelho e não ver mais a pessoa que você era.

Riqueza é encontrar um novo caminho depois de ter perdido o chão ou depois de ter errado na escolha da direção.

Por mais que a ansiedade, a tristeza e a insegurança nos tentem, é preciso confiar em que coisas boas encontrarão um caminho para chegar até nós. O autor Marcel Camargo nos ensina que “por mais dureza que nos cerque, a gente encontra uma fresta para seguir e brilhar”. E é mesmo assim que deve ser.


Afinal, a vida é dura, mas nós nascemos para resistir.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Peggy Anke/Pexels.


Estar vulnerável nos torna mais tolerantes e humanos

Artigo Anterior

O silêncio é um milagre, é um presente de Deus

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.