3min. de leitura

A vida feliz nas redes sociais: realidade ou mentira?

A vida na internet pode ser real ou apenas uma mentira?

A possibilidade de editar a própria vida vai além de fazer isso somente com imagens e vídeos. Entender essas dinâmicas sociais se tornou importante para nós. Escolher o que compartilhar, optar pelas fotos mais bonitas, pelos momentos mais felizes e bem-sucedidos é uma rotina online.



Muitas vezes apresentamos um cotidiano intencionalmente perfeito, repleto de pequenos códigos sociais, com elementos que evocam a moda, lugares incríveis, viagens e outros padrões de consumo.

Mas até que ponto escolher a nossa melhor versão para compartilhar passa a ser uma imposição social? Nossas relações são afetadas nesse universo editado?  Devemos nos enquadrar ou repudiar os ditos estereótipos perfeitos?

Na busca por nós mesmo dentro e fora da internet nos deparamos com essas questões.

Fazendo uso de uma metáfora teatral, temos atores, palcos, bastidores, camarins, cenários e plateias, alternando-se e influenciando. Assim, em alguns momentos, somos plateia assistindo os atores em seus palcos com belíssimos cenários; em outros momentos, o papel se inverte.


No entanto, o lado oculto dessa vida teatral são os bastidores. Pouco ou nada exibidos nas redes sociais, como, por exemplo, enfrentar uma cansativa fila de banco.

Um ponto válido para pensar tudo isso é o quanto nos conhecemos. Sim, isso mesmo! Por maior que seja qualquer influência, seja ela real ou editada, só passará a ser uma imposição social quando permitirmos. Mesmo conscientes, somos afetados e nossas relações também são!

Então, o que muda com o nosso autoconhecimento? A clareza como lidamos com as relações e com as expectativas, isso muda.

Perceber que nunca as realidades serão iguais, sejam nas redes sociais ou não, pois o palco dos outros não é o nosso!


As experiências são incomparáveis e subjetivas, o que nos permite perceber que não existem fórmulas igualmente aplicáveis, nem mesmo estereótipos perfeitos.

A todo instante o nosso autoconhecimento é evocado para sermos capazes de ressiginificar a vida a partir do que realmente somos.

Esse exercício constante de nos conhecer, tanto nas redes sociais quanto fora delas, nos faz viver de forma verdadeiramente feliz.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: tsyhun / 123RF Imagens

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

* Matéria atualizada em 29/08/2018 às 7:52






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.