Animais

Abandonado e cego de um olho, cãozinho é adotado por servidores públicos

O pequeno recebeu o nome de 55 e virou atração e xodó da cidade de Alto Santo, no Ceará.



Percebemos bondade em momentos e em pessoas que não estávamos esperando. Esse tipo de surpresa consegue fazer com que o coração fique com aquele quentinho gostoso, com a sensação de que não devemos deixar de ter esperança na humanidade.

Mesmo que esse não seja um dos melhores momentos, talvez seja a hora perfeita para nos apegar ainda mais às pequenas atitudes, que são capazes de mudar radicalmente a vida dos mais vulneráveis.

Em Alto Santo, interior do Ceará, alguns servidores públicos se uniram para adotar um cachorrinho cego de um olho, abandonado. O cãozinho agora mora no prédio da prefeitura da cidade e tem passe livre para entrar em todas as salas do órgão, e é capaz de ser muito educado, quando sente vontade de sair, arranhando as portas para que os funcionários as abram.


O cachorro recebeu o nome de 55 e ganhou um perfil no Instagram, onde os servidores publicam fotos do mais novo queridinho da cidade. Ele agora tem acompanhamento de um veterinário, ganhou um lugar para viver, foi finalmente vacinado de maneira adequada e recebe comida da forma como deveria.

Os funcionários dividem os gastos do cãozinho e garantem que ele trouxe mais alegria e vida à repartição pública. A controladora e ouvidora Luana Diógenes explica que 55 recebe um tratamento digno, com água, ração, banho uma vez a cada sete dias, ao mesmo tempo em que pode transitar livremente pelo prédio.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@55nossoamorzinho.

Luana conta que ele tem boa relação com todos, mas que é mais ligado a ela. Mesmo assim, os funcionários públicos fazem questão de parar (por alguns minutinhos) o que estão fazendo para dar um pouco de atenção a 55.


Mesmo que tenha acesso ilimitado à prefeitura, o animal ainda prefere tirar suas sonecas no ar-condicionado, e já estreitou laços fortes com a ouvidora, chegando até a acompanhá-la à sua casa.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@55nossoamorzinho.

A funcionária conta que ele foi com ela até seu prédio, chegando a subir as escadas até o terceiro andar, atrás dela.

Todos são enfáticos ao dizer que 55 é extremamente dócil, adora companhia e demonstra lealdade a seus novos amigos. Nem o tamanho, porte médio-grande, incomoda, já que a personalidade do cão compensa qualquer intercorrência.


Direitos autorais: reprodução Instagram/@55nossoamorzinho.

A história de 55 emociona a todos, porque sabemos que, provavelmente, ele não seria adotado tão cedo. A cegueira e o tamanho são fortes motivos para que as pessoas não se interessassem por ele, o que acontece diariamente com animais semelhantes em abrigos do mundo todo. Felizmente, o cãozinho recebeu tudo o que merece!

Com 3 anos, menino prodígio brasileiro toca teclado, faz contas matemáticas e entende outras línguas

Artigo Anterior

Estes 3 signos são os mais ácidos. Podem ser muito irônicos e até grosseiros!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.