Abelhas são declaradas os seres vivos mais importantes do mundo!

A existência das abelhas é crucial para o planeta e também para o equilíbrio dos ecossistemas.

O que você sabe sobre as abelhas? Que elas são insetos voadores, apaixonados por mel e que possuem uma picada realmente dolorida não é novidade, mas você já parou para se perguntar qual a importância delas para o nosso mundo?

A grande maioria das pessoas não, e talvez seja por causa dessa falta de conhecimento que não percebemos o quão desastrosa é a realidade delas em nosso mundo atual. A existência das abelhas é crucial para o planeta e também para o equilíbrio dos ecossistemas. Isso porque esses pequenos insetos possuem uma grande função: a polinização.

Polinização é o ato de transferir células reprodutivas masculinas através dos grãos de pólen (espermatozoides das plantas) que estão localizados nas anteras de uma flor, para o receptor feminino de outra flor (da mesma espécie), ou para o seu próprio estigma. Esse é o processo reprodutivo das plantas com sementes, e as abelhas são umas das principais agentes de polinização, já que, em sua busca por comida (pólen), elas acabam por polinizar frutas, grãos e legumes.

Você sabia que cerca de dois terços dos alimentos que ingerimos são produzidos com a ajuda da polinização das abelhas?

Impressionante, não é mesmo?! Seres tão pequenos e que muitas vezes nos esforçamos para matar, por medo, são imprescindíveis para nossas vidas.

É como diz a frase atribuída a Albert Einsten: “Se as abelhas desaparecerem da face da Terra, a humanidade terá apenas mais quatro anos de existência. Sem abelhas, não há polinização, não há reprodução da flora. Sem flora, não há animais; sem animais, não haverá espécie humana.”

Tamanha é a importância das abelhas que chegaram a ser declaradas como seres vivos insubstituíveis pela Royal Geographical Society de Londres, uma sociedade erudita fundada no Reino Unido em 1830, com o patrocínio do Guilherme IV.

Esse anúncio aconteceu durante a competição Earthwatch. As abelhas e os plânctons foram os finalistas, e os cientistas tiveram que defender cada uma das espécies e porque deveriam ser consideradas as mais importantes. Depois da argumentação, todos os presentes votaram. Dr. George McGavin, entomologista, autor, acadêmico e explorador defendeu as abelhas. Ele explicou que 250 mil espécies de flores dependem das abelhas para se reproduzirem.

Acrescentou também que muitas frutas e vegetais também têm sua produção facilitada por esses insetos.

As abelhas são reconhecidas a nível mundial. Na Suécia, por exemplo existe um monumento em homenagem às abelhas. Já no Brasil, a cidade de Curitiba deu um grande exemplo: espalhou abelhas sem ferrão em alguns parques, para ajudar na disseminação de árvores nativas.

No entanto, apesar de sua importante função na natureza, as abelhas correm perigo!

Cientistas do Departamento de Ciências da Vida do Imperial College London e da Queen Mary University of London afirmaram em um artigo que as abelhas podem estar viciadas em agrotóxico, o que contamina suas colmeias e, consequentemente, seu processo de reprodução. Essa realidade é extremamente preocupante, pois, sem as abelhas, estaremos condenados.

É por isso que muitos países já estão regulando o uso dos pesticidas. Precisamos proteger as abelhas, elas são fundamentais para a nossa existência!

Você pode fazer isso de uma maneira muito simples, controle seu impulso e medo desses insetos, quando chegarem perto de você. Não os mate, afaste-se e permita que sigam seu caminho. Afinal de contas, estão realizando um trabalho essencial para todo o planeta!

Compartilhe este artigo com seus amigos e ajude a conscientizar a sociedade sobre as abelhas!




Deixe seu comentário