publicidade

Abra a mente, ouça o corpo e expanda a sua luz!

Abra a mente, ouça o corpo e expanda a sua luz!



Constantemente, eu sou requisitada por mulheres para lhes auxiliarem a compreender suas emoções e o que toda essa bagagem emocional gera em suas vidas. Desde doenças crônicas a reações impulsivas que fazem mal a si próprias.

Certamente sou uma obsessiva por compreender minhas próprias emoções e como formo meus padrões de pensamentos e por causa deste autoconhecimento compulsivo, criei mecanismos e descobri tantas coisas que me levaram a  escrever, porque simplesmente não cabiam dentro de mim.

Cada um de nós é um universo à parte e se tem um grande presente que o autoconhecimento nos dá é: quanto mais compreendemos a nós mesmos, mas somos capazes de compreender os outros. Quanto mais reconhecemos nossas sombras e descobrimos as raízes de nossos próprios comportamentos, mais sacamos os outros. Quanto mais compassivos e amorosos somos conosco, mais facilmente somos também com os outros. E assim, nos tornamos mais leves e divertimos com nós e com a vida.


Acredito que o planeta está passando por uma grande transformação e que só teremos a real noção do tamanho dessas mudanças daqui uns quinze anos. Nessa transformação, se conhecer intimamente é imprescindível.

Diga-me: quantas pessoas que já receberam prescrições médicas erradas você conhece? Quantas vezes não sentiu vontade de sair de casa, mas saiu “porque tinha que…” e algo “ruim” aconteceu? Se conhecer intimamente é buscar a auto compreensão em cada movimento nosso. Seja um pensamento, seja uma ação. É conseguir compreender e alinhar nossos sentimentos com nossas ações. Isso sim é viver cheio de si! Já está mais do que na hora de despertarmos para reconhecer nossos potenciais e poder pessoal.

Todos nós somos seres cuja a natureza mais pura é o amor. Tudo o que não é amor foi construído por nós ao longo da vida (e talvez de outras, para quem acredita). Só que para amarmos, a nós, a vida e quem quer que seja, nós precisamos nos libertar de tudo aquilo que fomos acumulando internamente. É um processo contínuo, diário e só para quem está afim de ser feliz de verdade. A meu ver, se os homens possuem uma certa resistência a encarar seu campo sentimental e com um apoio feminino, tudo se torna mais fácil e mágico; as mulheres por sua vez, resistem a fazerem uma releitura e limpeza de suas emoções. A maioria de nós se sente acomodada em suas funções sociais e papéis de vítima.


Hey, mulher! Se permita se sentir merecedora de todo amor, se permita não fazer nada, se permita chorar, se permita fluir com o que quer que sinta, se permita comer aquela torta de chocolate com o maior prazer que existe dentro de você… Chega de prender seu sentimentalismo, seu instinto, sua alegria, sua doçura. Se perceba, se observe, transborde do que quer que tenha no seu balde interno. Transborde para entrar água nova, se purificar e deixar uma nova energia correr em suas veias.

Com mulheres conectadas internamente, haverá mais homens despertos também. Com pessoas mais conscientes de si, de seus corpos, mentes e almas; um novo mundo emergirá. É hora de se abrir e expandir… E lembre-se, quanto mais você viajar e se aprofundar internamente, maior será a sua percepção de tudo o que está fora de você.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.