O Segredo

Abraçar é respirar a essência das pessoas

“Se eu soubesse que seria a última vez que te veria sair pela porta, te daria abraços, beijos e o chamaria novamente para lhe dar mais” – Gabriel Garcia Marquez



Dar abraços é um gesto simples, cotidiano, porém muitas vezes nos esquecemos de sua capacidade de acalmar e unir as pessoas.

As palavras são importantes, é claro, mas nem sempre o fato de que os gestos falam mais alto que palavras é verdade. Às vezes, falar dos problemas é a melhor maneira de resolvê-los. Mas se gestos ou apenas abraços silenciosos acompanharem nossas palavras, o efeito será bem melhor.

Já sabemos que os abraços …


  • Diminuem a segregação de cortisol (um hormônio produzido pelo corpo em momentos de estresse).
  • Regulam a pressão arterial.
  • Melhoram a comunicação entre duas pessoas.

  • Aumentam a nossa autoestima.
  • Experimentamos segurança e proteção pela segregação de ocitocina (cuja principal função é fazer com que o indivíduo se sinta bem e ame).
  • Ativam os receptores em nossa pele.

Pode um abraço, assim como vitaminas, te manter afastado dos médico?

Segundo um estudo realizado pela Universidad Carnegie Mellon, liderado por Sheldon Cohen (Professor de Psicologia da Dietrich Facultad de Humanidades y Ciencias Sociales de la Universidad de CMU Robert E. Doherty), esta ideia está afastada da realidade. Cohen e sua equipe decidiram estudar os abraços como um exemplo de apoio social, porque abraços são tipicamente um indício de relacionamento próximo e íntimo com outra pessoa.

“Nós sabemos que pessoas que experimentam conflitos com outros são menos capazes de combaterem os vírus do resfriado. Sabemos também que as pessoas que afirmam terem apoio social, estão parcialmente protegidas contra os efeitos do estresse sobre os estados psicológicos, como depressão e ansiedade.”

Além disso, eles descobriram que …


As pessoas que recebem apoio social e abraços mais frequentemente estão mais protegidas contra o resfriado ou sintomas da doença, após a exposição ao vírus. Abraços foram responsáveis ​​por um terço do efeito protetor do apoio social.

“Isto sugere que ser abraçado por uma pessoa de confiança pode funcionar como um meio eficaz de transmitir apoio e aumento de sua frequência, um meio eficaz de reduzir os efeitos nocivos do estresse”, disse Cohen.

“Um abraço é estar mais perto das pessoas,

respirarmos suas essências


e verificarmos que somos feitos

do mesmo tecido.”

É curioso pensar na última vez que você abraçou sem motivo aparente, de forma incondicional. Livre de rotina e obrigações sociais. Na verdade, no final deste artigo você poderia chegar até a pessoa com quem você mora e dar-lhe um longo abraço, um abraço que chegue a congelar o tempo. Com duração de pelo menos 8 segundos. Um abraço bem amassado.

Como Jackselins Arteaga disse: “O abraço é algo grande. É a maneira perfeita de mostrar o amor que sentimos quando não encontramos a palavra certa”.


Quantos problemas seriam resolvidos no mundo se déssemos mais abraços?

 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo


Fonte: La Mente es Maravillosa

5 dicas para atrair coisas boas

Artigo Anterior

Almas gêmeas que nos coincidem no tempo, mas que seguem outros destinos

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.