publicidade

Abrace e deixe-se abraçar! há momentos em que tudo o que precisamos é apenas de um abraço

O abraço é um maravilhoso meio de comunicação. Ele representa palavras não ditas, seja num momento de dor, de alegria, de saudação, de euforia ou apenas um carinho.



Há momentos em que tudo o que precisamos é apenas de um abraço!

Quantas coisas são ditas através de um abraço, ao mesmo tempo que ele vem acompanhado de profundo silêncio! Um contato real que nos conforta e que seu significado vai muito além de um simples contato físico.

Muitos são os tipos de abraço, cada um com a sua intenção, com a sua necessidade, com a sua proporção, com o seu sentido, com a sua história, impossível listar todos.

Uma frase de Jorge Bucay, que gosto, muito diz assim: “Sempre que posso, vou ver meus amigos, abraço e deixo-me abraçar.”

O simples gesto do abraço pode nos remeter a reconciliações, a entendimentos, inclusive, curas, sem esquecer dos inúmeros momentos de felicidade e alegrias que nos proporcionam.


Então, podemos dizer que abraçar também é uma arte? Com certeza! Ele representa a arte de nos tornar vivos!

Estudos confirmam que abraços podem ser muito reconfortantes, pois além de aumentar a segurança e a confiança, reduzem a irritação, melhoram o humor, trazem felicidade, reduzem a pressão arterial, fortalecem o sistema imunológico, entre muitos outros benefícios.


Quer fazer um teste? Quando estiver nervoso, diante de uma situação complicada para você, peça um abraço.

Os abraços liberam duas importantes substâncias: a serotonina e a oxitocina, substâncias que elevam a autoestima e reduzem a pressão arterial, respectivamente.

Não crie paredões que o impeçam de dar e receber abraços, abra-se para esse lindo gesto!

E então? Vamos abraçar mais?

O melhor lugar do mundo é dentro de um abraço!


Direitos autorais da imagem de capa: Anastasia Sklyar/Unsplash.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.