Comportamento

“A melhor decisão que tomei”: mãe se orgulha de ter dado a guarda dos 3 filhos ao ex-marido

Foto: Reprodução
capafacebook Abri mao da guarda dos meus filhos Mae da um passo atras na maternidade e se orgulha

A mulher falou sobre os fatores que a levaram a abrir mão da guarda dos filhos e a ignorar os julgamentos decorrentes dessa decisão.

Ainda que o papel das mulheres e dos homens tenha se transformado muito na sociedade com o passar dos anos, alguns padrões permanecem. Esse é o caso da maternidade. Para muitas pessoas, as mulheres são as figuras de maior responsabilidade quando se trata dos filhos, e precisam estar presentes em todos os momentos, muito mais do que os pais.

Algumas mulheres assumem esse papel e dedicam-se a cuidar dos filhos, muitas vezes abrindo mão de coisas para si mesmas. Outras, no entanto, seguem um caminho diferente, abrindo mão de diversas realidades relacionadas à maternidade, priorizando-se.

Esse é o caso de Maria Housden, uma estadunidense de 59 anos, contado numa matéria do portal The Sun. A mulher resolveu abrir mão da maternidade ao perceber que estava muito distante do que esperava.

Desejo antigo

Housden contou que ser mãe era uma das coisas que mais queria desde muito pequena, no entanto, quando viveu a maternidade, percebeu que ela pode ser muito complicada.

2 Abri mao da guarda dos meus filhos Mae da um passo atras na maternidade e se orgulha

Direitos autorais: Arquivo Pessoal

Em 1994, ela e o então marido Claude perderam a filha Hannah, após um ano de luta contra um câncer nos rins. Essa perda mudou a forma como Housden enxergava a vida. Ela, que pensava que pessoas boas não passavam por coisas ruins, começou a se questionar sobre como queria viver daquele momento em diante.

A mudança após o luto

O luto durou um bom tempo, mas acabou guiando-a por um caminho mais realista. Em 1998, ela e Claude se divorciaram, com isso tiveram de enfrentar o clássico dilema: com quem os filhos ficariam.

Maria se preocupava com cuidado dos filhos, caso ficassem com ela, já que havia sido dona de casa nos últimos 11 anos e não sabia muito bem o melhor caminho a seguir para suprir todas as necessidades de Will, Margaret e Madeleine.

Sabendo dessa situação, e sendo um homem com emprego e renda estáveis, Claude se ofereceu para ter a guarda dos filhos. Maria, no entanto, não lidou bem com essa situação no primeiro momento.

3 Abri mao da guarda dos meus filhos Mae da um passo atras na maternidade e se orgulha

Direitos autorais: Reprodução Facebook / Maria Housden

Ela admitiu que ligou para seu advogado e as irmãs para dizer que o ex-marido estava querendo tirar as crianças de perto dela. Esse padrão de pensamento permaneceu com Housden por um bom tempo, até que ela percebeu que o seu maior temor não era a vida que os filhos levariam, mas sim o que as pessoas pensariam dela.

Então pensou melhor sobre o assunto e percebeu que ceder a guarda para o ex-marido era o melhor para seus filhos. Decidida, percebeu que alguns dos filhos escolheriam ficar com o pai de qualquer maneira.

Julgamentos

Embora a adaptação à separação e à distância dos filhos tenha sido algo complicado, para Housden a parte mais difícil desse recomeço não estava relacionada à família, mas sim às pessoas à sua volta e aos seus julgamentos.

A mulher disse que esperava que muitas pessoas discordassem de sua decisão, mas que houve muitas reações extremas.

4 Abri mao da guarda dos meus filhos Mae da um passo atras na maternidade e se orgulha

Direitos autorais: Reprodução Facebook / Maria Housden

Housden disse que apenas fez o que todo pai divorciado faz, mas que eles não são acusados ​​de abandonar seus filhos, e questionou se a sociedade defende que os homens não devem ser os cuidadores principais dos filhos apenas porque as mulheres possuem esse instinto.

“Se meu nome fosse Mark, em vez de Maria, não estaríamos tendo essa conversa”, acrescentou a mulher.

O acordo e o começo de uma nova vida

Housden e Claude chegaram a um acordo estabelecendo que ela receberia visita dos filhos a cada dois fins de semana e os filhos ficariam ao seu lado durante todo o verão, o que lhe daria mais tempo para se concentrar em sua carreira como autora.

Apesar da maior liberdade que ganhou por meio desse acordo, Maria admitiu que ficar longe dos filhos foi mais doloroso do que imaginava e não recomendaria essa decisão para todos.

5 Abri mao da guarda dos meus filhos Mae da um passo atras na maternidade e se orgulha

Direitos autorais: Reprodução Facebook / Maria Housden

Vinte e quatro anos depois dessa decisão, a mulher é avó e disse que essa experiência torna sua vida mais completa. Maria também revelou que não se arrepende da escolha, porque cada passo a conduziu até onde está hoje.

Ela ainda disse que sua história é interessante, porque mostra para as pessoas que existem diferentes maneiras de vivermos nossos sonhos.