4min. de leitura

Abro mão, deixo ir, jogo tudo o que não faz parte de mim nos rios da vida e deixo que as águas correntes levem…

Tudo que não faz parte da minha essência, não é essencial. Não tem mais nenhuma importância.


Sinto-me leve… encontrei o meu lugar. Uma sensação de paz e de bem-estar toma conta de mim, que nada nem ninguém pode abalar.

Abandono de vez tudo o que não sou, tudo o que não me pertence, tudo o que não comunga com o meu ser hoje. Abro mão, deixo ir, jogo tudo que não faz parte de mim nos rios da vida e deixo correr, deixo que as águas correntes levem, no fluxo da vida.

Uma sensação de plenitude toma conta de nós quando chegamos a lugares onde podemos estar em essência


Luz, criação, transbordamento, suavidade, leveza. Um voo suave acima de tudo, subindo firme, convicta de onde pretendo chegar.

Sabendo o que pertence à minha essência, tudo que pertence à minha essência maior. Nada me interessa tanto quanto isto. Verdades da minha alma. Sentimentos bons.

Tudo que não faz parte da minha essência, não é essencial. Não tem mais nenhuma importância. Firme, segura, forte. Estou planando.

Nada pode interferir em meus voos, ninguém pode me deter, pois meus objetivos são maiores que tudo! Meus objetivos são de acréscimo, de transbordamento da luz que existe no meu ser.


Quando temos muito para dividir, muita coisa boa dentro da gente para oferecer ao mundo e a todas as pessoas, não nos preocupamos com as adversidades, estamos focados no que nos enaltece e enaltece o mundo.

Queremos encontrar somente pessoas que nos falem com o coração, ao coração, que comunguem com nossos pensamentos, sentimentos e emoções.

Focamos nas flores, nas borboletas, nos caminhos com sol, nas estradas que nos levam diretamente a tudo que existe de maravilhoso em nossos corações. A tudo que pode nos engrandecer como ser humano.

Quando plantamos boas sementes, comungamos das belezas interiores, nossas e de todos.

Vibramos pelo que pode ser o melhor de cada um de nós, o que pode nos libertar de qualquer sentimento menor que a luz do amor. O que pode nos fornecer subsídios de energias positivas para a transmutação de toda a sombra em nós, para a luz, para o colorido de sentimentos positivos e emoções que nos possibilitem alegrias, felicidades sem fim.

Encontramos as pessoas que estão nas mesmas buscas lindas e nos deparamos com pessoas que já conseguem vencer o seu ego, vaidades etc., para sentir a brisa dos novos tempos, nas melhores buscas, não principalmente das coisas exteriores, mas do brilho da alma, da juventude do coração.

Conhecemos pessoas que querem ser felizes de verdade e buscam o melhor em todos e em tudo que fazem. Não perdem tempo com energias menores, com quinquilharias, concentram-se nos sonhos, na felicidade de um abraço, de um beijo, de um carinho bom.

Pessoas que se contentam e vivem apreciando o nascer do sol, o pôr do sol, que andam descalças, que sorriem para qualquer coisa, para qualquer um, que têm a esperança no olhar e se permitem ser fontes de água viva.  


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.