ColunistasGratidão

Abuse na gratidão!

ABUSE DA GRATIDÃO

2017 começou. Espero que assim como eu, você tenha conseguido se livrar ou se (libertar) daquelas coisas que incomodavam, daquela pedra no sapato, daquelas pessoas que nunca te trataram com respeito e nem te deram importância que você merecia.



Espero que você tenha esquecido aqueles nãos que bateram a porta na sua cara num dia de chuva fina e dia mais frio.

Mesmo assim você não desistiu e continuou sorrindo buscando os seus sonhos sem atropelar ninguém. O que é um não, para um sim que chega de repente e te preenche como se fosse um tempo mais colorido. O que é um não, senão um aprendizado pra compreender que nem tudo gira em torno de seu umbigo.

Espero que você não exagere na lista de promessas pra este ano. Mas prometa melhorar-se. Que você busque um foco, algo que realmente te faça feliz.


Não adianta encher-se de promessas e depois de algum tempo simplesmente deixar pra lá tudo aquilo que você com certo cuidado e alguma dúvida imaginou e escreveu pra tentar mudar certas coisas em sua vida.

De repente é só você se recolher um pouco e refletir o que realmente importa e jogar fora aquele supérfluo, aquele velho hábito repetitivo de achar que nada dá certo ou que tudo de ruim que acontece vem só pra você.

Nada isso.  Tudo já esta escrito.

O mundo gira. Os dias precisam de uma engrenagem e você precisa usar a manivela da vida pra impulsionar o presente pra frente.


Espero que assim como eu você tome coragem pra continuar sem se preocupar com o que os outros vão dizer ou pensar de você.

2017 pode ser muita coisa desde o dia primeiro de janeiro até o dia trinta e um de dezembro.

Dá pra encaixar muita coisa boa. Dá pra curtir mais a vida e colocar muito mais amor, perdão, tolerância e esperança nas palavras, nas atitudes, e principalmente nos gestos. Que seja afeto, compreensão, edificação.

2017 começou. É um tempo novinho pra que você escreva ou reescreva sua historia de vida.


Sinta como se o céu fosse um tesouro em pleno ar de verão. Sinta como se cada estrela pertencesse a um ser que busca sua luz na infinitude de Deus.

Esse pode ser seu ano. Mágico, raro, divertido, fabuloso. Que você abra os braços pro novo e abuse na gratidão.

Não estou exagerando. Estou fortalecendo meu otimismo interior.   Afinal, 2016 já foi.

Sil Guidorizzi


Ano novo! temos que arrumar a casa, limpar a poeira, esvaziar gavetas!

Artigo Anterior

Afastar um espírito encostado:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.