Amor-PróprioColunistas

Acima de tudo, ame-se!

Acima de tudo ame se

Por isso, antes mesmo de pensar em amar qualquer outra pessoa, ame a si mesmo!



Você pode buscar a felicidade em diversos momentos durante a vida. A cada relacionamento novo, novas descobertas virão. Novos conceitos e contextos sobre quem e o que somos e o que desejamos para essa nova etapa da vida irão aparecer a cada dia. Por mais que tenhamos crescido e evoluído nesse tempo, não quer dizer que tenhamos mais experiência e menos expectativas sobre uma coisa ou outra que envolvem o relacionamento.

Em questão de segundos poderemos sim quebrar a cara e nos decepcionar ao perceber que nem tudo é como gostaríamos que fosse e não adianta cobrar a perfeição no outro, pois isso é algo altamente arriscado. Por mais que estejamos acostumados com esse recomeço, sempre dá aquele frio na barriga por não saber qual o primeiro passo a ser dado.

Tudo que é novo apresenta certa dificuldade, causa um estranhamento imediato e nos faz querer repensar tudo e se possível voltar para onde estávamos confortáveis. Devemos aprender até onde podemos e conseguimos dedicar toda a confiança em outra pessoa. Porém um coração machucado é demasiadamente cauteloso e há sempre um limite em que deixamos de ser capazes de confiar e se entregar novamente. Esse é um processo lento e doloroso, da qual se faz necessária uma imersão profunda em um abismo de medos e dúvidas em busca do autoconhecimento para que possamos finalmente nos sentir preparados para viver uma nova paixão. Durante esse processo precisamos aprender pequenas lições que são capazes de nos abrir à mente para compreender nossos dilemas internos. Estar verdadeiramente capacitados e dispostos a nos expor de maneira completa a verdades aterrorizantes sobre quem somos.


É impossível fazer qualquer coisa verdadeira sem que haja uma completa exposição dos nossos desejos e vontades. Abrir o peito e demonstrar tudo o que o amor significa é muito mais difícil que parece. É necessário abrir o coração e se despir por completo para enfrentar e aceitar os mistérios que a vida nos proporciona. Deve haver uma entrega real e natural para atingir tal ponto. Mas afinal, como seremos capazes de nos despir para o mundo dessa forma e conseguir emergir em busca do conhecimento de nossa alma. A resposta, por mais simples e clara que parece ser, é extremamente difícil de por em prática. Ame-se acima de tudo.

Acima de tudo e de todos de preferência, ame a si mesmo antes de pensar ou desejar amar o outro.

Apaixone-se a cada dia pela pessoa que você encontra a frente do espelho. Ame o seu modo de viver e agir, pois apesar de todas as falhas, dificuldades e erros, essa é a vida que se desenhou até agora, por mais que pareça ser difícil continuar a seguir como você um dia sonhou. Ame o seu jeito de falar e andar, os lugares que você viu e aqueles que ainda deseja visitar. Ame a possibilidade de acordar a cada novo dia, encontrar o sol e a lua. Ame com todas as forças a pessoa que você é hoje. Ame também aquela que você foi ontem, mesmo que não concorde com todas as atitudes dela, pois com certeza ela te amava e te imaginava a cada segundo, e apesar de agora você saber que nem todas aquelas atitudes foram certas, ela estava se dedicando ao máximo para tornar esse momento possível.

Acredite o amor próprio ainda é a mais bela e sincera forma de amor. Por isso, antes mesmo de pensar em amar qualquer outra pessoa, ame a si mesmo, pois se isso não acontecer, você jamais saberá a diferença entre gostar e amar.


Apaixone-se por quem você é hoje, quem você foi ontem e quem você será amanhã, pois ninguém no mundo será capaz de te oferecer um amor tão puro e verdadeiro quanto você seria capaz de oferecer se te amasse de verdade.

___________

Direitos autorais da imagem de capa: dolgachov / 123RF Imagens


A psicanálise e a autoria de nossas vidas…

Artigo Anterior

Como direcionar a sua mente para a prosperidade:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.