ColunistasLei da Atração

Aconteça o que acontecer, você merece!

ACONTEÇA O QUE ACONTECER VOCÊ MERECE capa e dentro

Eu vi essa frase, outro dia, num seriado de tevê. E não consegui ouvir mais nada do que veio depois. Travei na responsabilidade contida na afirmação. E a questão é que, dependendo da fase da vida que a gente está vivendo e dos últimos acontecimentos, pode ser muito bom se dar conta disso. Mas…



Se os resultados não chegam, se as frustrações só aumentam e se a gente ainda alimenta certa ilusão de que só é assim porque o mundo não está colaborando, a frase pode ser uma dura e dolorosa martelada na consciência.

Recentemente, lancei um programa online, um treinamento para mulheres que desejam tomar as rédeas de sua própria vida amorosa nas mãos e começar a fazer diferente. E chamei esse curso de VIVA O AMOR QUE VOCÊ MERECE.

E o curioso foi que um grande amigo, Master Coach e desenvolvedor de pessoas, assim que viu meu lançamento comentou: “Rô, você foi bem feliz e inteligente ao escolher o nome do seu curso! Adorei”! E eu perguntei por que ele tinha feito aquela consideração.


Porque se uma pessoa tiver sucesso ou fracasso no seu relacionamento, é porque assim ela acredita que merece!”

Sim! É nisso que acredito, por mais difícil que seja admitir em algumas circunstâncias! A gente é o que se autoriza a ser. E a autorização, a permissão que a gente se dá de estar no mundo, de se posicionar e de desfrutar de toda a abundância do Universo, tem absolutamente tudo a ver com a noção que temos do quanto merecemos!

E, claro: do quanto realmente fazemos por merecer. Do quanto reconhecemos nossas autossabotagens, nossas defesas, nossos medos e os muitos e gigantes obstáculos que colocamos bem diante de nossos pés para justificar o fato de não termos coragem de dar o próximo passo. Apenas mais um. Um de cada vez!

E se meu tom, por algum acaso, deixa escapar um ‘quê’ de quem sabe tudo ou nunca passou por isso, não se deixe enganar! Muito pelo contrário! Já me considerei bem pouco merecedora. Já aceitei migalhas por, bem lá no fundo, não me sentir digna de mais. Já deixei de me colocar ou de me posicionar por não estar inteira, em sintonia comigo mesma!


Já perdi várias oportunidades de me amar de modo autêntico. Já vivi amores mequetrefes e cheio de buracos. Já mendiguei atenção e nem assim recebi o que queria. Para somente depois, assumindo minha parte na história, me descobrir merecedora de bem mais. De muito além. De uma inteireza até então inimaginável.

E é por isso que a frase me fez tanto sentido! Porque, de fato, aconteça o que acontecer, a gente merece! Faz por merecer. E a notícia mais incrível e mais maravilhosa que podemos nos dar é que merecimento é elástico, é flexível, é aumentável!

Mas o seu merecimento nunca será do seu tamanho, confortável, justo e verdadeiramente suficiente sem antes você reconhecer, com todo o seu ser e com todo o amor que você é capaz de se dar, exatamente isso: o seu tamanho!

Você tem sido gente pequena ou gente grande? GP ou GG? Do tamanho que você se vê é o tamanho do quanto você se autoriza receber da vida. Do tamanho que você vai para o mundo é o tamanho do amor que você mostra e do amor que você se permite desejar! E o relacionamento em que você se deixa ficar é do tamanho do relacionamento que você acredita que merece experimentar!


Mude suas proporções e suas percepções internas e o seu merecimento será automaticamente ajustado! E se não acredita nisso, apenas tente. Certamente você não tem nada a perder que já não esteja perdendo…

___

Publicado Originalmente em: Rosana Braga


Aceite o caos – como o medo das “dores de cabeça” te mantém no mesmo lugar…

Artigo Anterior

Como atrair sorte em tudo…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.