Comportamento

Acusada de tentar parecer asiática, Ariana Grande desativa Twitter

capa site Acusada de tentar parecer asiatica Ariana Grande desativa Twitter

A artista foi acusada nas redes sociais de apropriação cultural, e os fãs especulam que ela deletou sua conta por esse motivo.

Nas redes sociais, a cantora, compositora, atriz e apresentadora Ariana Grande tem sido o foco de acusações de asian fishing, uma prática considerada preconceituosa e que reforça estereótipos construídos pelo público masculino. De acordo com informações do Yahoo!, a polêmica pode ter feito com que a artista escolhesse desativar sua conta no Twitter.

A apropriação cultural asiática (ou asian fishing) consiste em reproduzir certos padrões estéticos da etnia em roupas, maquiagens e na construção de personagens. No caso de Ariana, o público declara, a partir de algumas fotos que circulam nas redes sociais, que ela tenta imitar traços asiáticos, tentando clarear a pele e parecer que tem os olhos mais puxados com maquiagem.

Alguns figurinos e cabelos da artista também se assemelham muito a personagens femininos hipersexualizados do mangá, em que as mulheres são construídas reforçando a ideia de que são submissas, muito mais jovens, magras, pálidas e facilmente manipuláveis. Esses aspectos, que vão muito além da simples estética, causam desconforto, principalmente nas mulheres orientais, que lutam para que certos marcadores sejam ressignificados.

O padrão de beleza construído para as mulheres orientais é feito sob a óptica masculina, e quando ocidentais, sem nenhum marcador étnico, reproduz esses mesmos conceitos, reforça os ideais estéticos sem compreender o que de fato as mulheres sofrem. A apropriação cultural não envolve apenas roupa, maquiagem, cabelo e performatização, mas a fetichização de asiáticas sem analisar de maneira aprofundada as consequências disso.

2 Acusada de tentar parecer asiatica Ariana Grande desativa Twitter

Direitos autorais: reprodução Instagram/ @arianagrande.

De março de 2020 a março de 2021, de acordo com reportagem da CBS News, foram relatados cerca de 6 mil incidentes de ódio contra asiáticos nos Estados Unidos, incluindo o assassinato brutal de seis mulheres ásio-americanas em três spas em Atlanta, em março. Cerca de 65% dos abusos e crimes de ódio são praticadas contra mulheres, segundo relatório do Stop AAPI Hate.

O atirador, um homem branco de 21 anos, relatou à polícia que tinha um vício sexual e atirou nas casas de massagem para “eliminar sua tentação”. Defensores explicam que as mulheres asiáticas que vivem nos Estados Unidos lutam contra o racismo e o sexismo, isso em uma cultura que constantemente as coloca em posição hipersexualizada e objetificada.

A cofundadora do Stop AAPI Hate e codiretora executiva da Chinese for Affirmative Action, Cynthia Choi, informou que, na maioria das denúncias, as mulheres relataram que sofriam assédio sexual e racismo simultaneamente. Russel Jeung, cofundador da Stop AAPI Hate e professor de Estudos Asiático-Americanos na San Francisco State University, conta que o racismo contra a população asiático-americana é antigo e faz parte do sistema.

3 Acusada de tentar parecer asiatica Ariana Grande desativa Twitter

Direitos autorais: reprodução Instagram/ @arianagrande.

Uma forma de combater o ódio aos orientais, de acordo com Choi, é partindo de mais investimentos em grupos comunitários que realmente respondam à discriminação, além de um sistema de segurança pública que foque no apoio aos sobreviventes da violência e na prevenção de mais violência, abuso e assédio.

Para Choi, independentemente das ferramentas e mecanismos empregados na luta contra o preconceito asiático, sempre devem abordar o ódio intersetorial que as mulheres experimentam, como misoginia e racismo. Reduzir a estereotipização e a apropriação cultural em torno da figura sexualizada da asiática dos mangás pode ser um bom começo, e é justamente por isso que muitas mulheres apontam o asian fishing como uma prática problemática.

Nas redes sociais, os fãs da cantora comparam fotografias da artista no mesmo evento, em ângulos diferentes, apenas para mostrar que o flash e a edição das imagens podem fazer com que Ariana Grande esteja exagerando na abordagem, mas que não é essa sua intenção. Nenhum pronunciamento oficial da equipe da artista foi feito até o momento.

Saidinha de presos que viralizaram bebendo cerveja acaba mais cedo

Artigo Anterior

Vidente que supostamente alertou sobre 11 de setembro e Chernobyl teria novas previsões para 2022

Próximo artigo