Pessoas inspiradoras

Adolescente constrói moto elétrica de madeira movida a energia solar em Gana, no continente africano

capa site Adolescente constroi moto eletrica de madeira movida a energia solar em Gana
Comente!

Mesmo sem acesso a ferramentas adequadas, esse adolescente mostrou que é possível oferecer acesso às pessoas com menor renda.

Ir e vir é um direito de todos os cidadãos do mundo, independentemente do contexto social ou geográfico. Mas usar determinados tipos de condução, cada dia mais tem-se mostrado que não é para todos. Os meios de transporte colaboram para a construção de espaços plurais, e mesmo que o debate sobre os impactos ambientais dos combustíveis fósseis esteja em voga, todas as pessoas deveriam ter oportunidades iguais na hora de escolher como chegar aonde desejam.

Muitos indivíduos deixam de realizar certas atividades porque não encontram maneiras acessíveis de se locomover, e isso pode ser visto metaforicamente, mas também como um empecilho físico. Quantos jovens não abandonam o sonho do estudo ou deixam de compartilhar momentos em espaços públicos porque simplesmente encontram barreiras de locomoção?

Uma das únicas maneiras de garantir o acesso igualitário a todos os lugares é justamente pensar em alternativas que reduzam essa discrepância social. Pensando nisso, um adolescente de Gana decidiu apostar em sua inteligência mecânica para construir uma moto elétrica movida a energia solar, unindo debates sobre acesso das minorias a impactos ambientais.

Samuel Aboagye teve a ideia de construir uma moto elétrica feita de madeira e movida a energia solar usando apenas peças reutilizáveis. Empregar a reutilização e reciclagem de materiais também foi uma grande sacada, já que boa parte desses produtos não recebem o destino que deveriam, sendo descartados de maneira inadequada, lotando aterros e comprometendo ainda mais a conservação do planeta.

2 Adolescente constroi moto eletrica de madeira movida a energia solar em Gana

Direitos autorais: reprodução YouTube/ Efo Selasi

Para esse grande feito, o jovem não tinha à sua disposição o melhor maquinário e ferramentas, pelo contrário, ele precisou fazer tudo de maneira rústica, à mão. Inovando na forma de preparar e montar uma moto, ele cortou os pedaços de madeira com uma faca, produzindo assim a estrutura. O motor ficou por conta de uma antiga máquina de costura da mãe, que lhe emprestou para realizar o sonho.

Além disso, o modelo conta com um painel solar e uma bateria de média potência, suficiente para fazer a motocicleta andar. Sem material apropriado e instrumentos, ele conseguiu não apenas montar o protótipo, mas também conceber e finalizar, coisa que poucas pessoas no mundo conseguem, ainda mais sem acesso à alta tecnologia.

3 Adolescente constroi moto eletrica de madeira movida a energia solar em Gana

Direitos autorais: reprodução YouTube/ Efo Selasi

Mesmo aparentando pouca segurança ou zero mobilidade, a rústica moto tem sistema de freios, luzes e um alto-falante integrado, que se conecta por Bluetooth com qualquer smartphone atual, sintonizando mais de 100 estações de rádio de Acra.

A noção do jovem de criar uma motocicleta é algo que surpreendeu a todos, mostrando não apenas força de vontade, mas uma relação intensa entre baixo custo e meio ambiente. Nem todas as pessoas trabalhariam para mostrar essa maneira de viver, mas essa é justamente a maneira de fazer com que mais pessoas sejam contempladas.

Samuel mostrou que está disposto a auxiliar as pessoas de baixa renda sem se importar com a questão do dinheiro ou do maquinário disponível. Utilizando tudo aquilo que estava ao seu alcance, ele mostrou que não é preciso nenhum tipo de conhecimento aprofundado nem dinheiro para adquirir as ferramentas.

4 Adolescente constroi moto eletrica de madeira movida a energia solar em Gana

Direitos autorais: reprodução YouTube/ Efo Selasi

Esperamos que a ideia de Samuel possa transpor barreiras, mostrando que não importa a classe social, o que vale mesmo é a intenção de acessibilidade.

Comente!

Felipe Simas se declara para a mulher e põe filhos em segundo plano: “Consequência”

Artigo Anterior

Ajude as pessoas, mas não se responsabilize pelos erros delas!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.