Notícias

Adrilles critica Anitta e Pabllo Vittar na Jovem Pan: “Pseudoartistas”

Foto: Youtube
Adrilles critica Pabllo Vittar e Anitta

Após quase 50 dias “demitido” da Jovem Pan, Adrilles voltou à emissora nesta segunda-feira (28/3).

O comentarista compôs a bancada do Morning Show e fez duras críticas à Anitta e Pabllo Vittar ao analisar a proibição das manifestações políticas no Lollapalooza feita pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Antes de falar das cantoras, o jornalista detonou a atitude do TSE e não considerou a medida como censura. “Eles tentaram usar da prerrogativa de uma lei completamente estapafúrdia e esdrúxula, mas eu acho que eles deram um tiro no pé”, começou.

Adrilles também criticou o Tribunal:

“É importante dizer que o TSE é uma uma coisa completamente anacrônica do Brasil, não existe justiça eleitoral nos EUA, todo mundo pode falar, fazer apologia, todos estão em campanha explícita. A única coisa que não se pode fazer, eventualmente, é pedir voto. Então, fica um critério completamente subjetivo”.

Por fim, o escritor detonou as duas cantoras brasileiras. “A melhor arma contra esses artistas, contra esses pseudoartistas, pseudoprogressistas, como Pabllo Vittar e Anitta, é deixá-los falar. A Anitta foi falar sobre o Lula e não sabia nem sequer se o presidente era do Executivo, do Legislativo, do Judiciário. Ou seja, é uma gente que não sabe o que está acontecendo, gente completamente ignorante da realidade sociopolítica brasileira”, disparou.

“Então, deixa eles falarem, já deu errado em 2018, quando quiseram fazer o #elenão, xingando, cuspindo no próprio público que o aplaudia, ou seja, a classe, entre aspas, não os artistas brasileiros, mas a classe artística elitista brasileira só dá tiro no pé. Porque não se fazem representar pelo povo que ela acha que representa. Então, assim, a campanha já está escancarada, o TSE só faz problema e o governo faria muito bem se deixasse esses bobocas falarem”, finalizou.

0 %