5min. de leitura

Afaste-se de quem o coloca em depressão. Viva ao lado de quem lhe inspira luz

Enquanto uns nos colocam para baixo, há os que são uma inspiração de luz em nosso destino.

As melhores pessoas que cruzam nossa vida são aquelas que nos inspiram a ser melhores, o tempo todo. Pode ser um desconhecido senhor ou a pureza de uma criança. Pode ser um familiar ou um grande amigo. São eles que nos mantém em paz em um mundo repleto de maldades e egoísmos.


Enquanto uns nos colocam para baixo, há os que são uma inspiração de luz em nosso destino.

Diante dos milhões de oportunidades de encontros nesse mundo afora, prefira apenas os positivos, com pessoas que fazem sua alma sorrir. Estas pessoas são:

1. Compreensivas, mas não coniventes

Um dos mais importantes gestos de amor é entender a falha do outro sem concordar, estar junto, não para criticar, mas para ajudar a corrigir o erro. Pessoas assim nos ajudam a relembrar a luz que carregamos dentro da gente e nos mostrando o quanto somos melhores do que os erros que cometemos. Quando a gente falha, buscamos um lugar de luz para reencontrar nossa paz, um ombro amigo ou um colo da família e não mais críticas e julgamentos.



2. Pessoas que não brigam com você, mas por você

Os egoístas brigam com a gente porque não os mimamos. É sempre sobre eles. A vantagem que não lhes concedemos, o favor que não lhe fizemos, a divisão injusta que não aceitamos. Por outro lado, existem aquelas pessoas que brigam com a gente quando vacilamos. Com sua indignação, tentam nos impedir de fazer mal a nós mesmos, sem qualquer parcela egoísta. Abrem os nossos olhos, relembram o nosso valor e principalmente nos enchem de amor-próprio porque nos mostram como nós mesmos devemos nos tratar. Essas pessoas nos inspiram a colocar os pés no chão e voltar a pensar de acordo com a realidade. Enquanto os egoístas não se importam, elas são um tesouro em nossas vidas, porque são capazes de mostrar que nos amam até quando brigam com a gente.


3. Boas, mas não bobas

Uma coisa é ter uma pessoa generosa ao nosso lado, outra é ter uma pessoa boba que faz tudo o que a gente quer.  A generosidade é um gesto de amor; a conivência, de submissão. Quando a pessoa não é boba, mas sabe ser altruísta, ela nos emociona porque nos coloca como merecedores de seu afeto e seu respeito, inspirando-nos a sermos melhores sempre. E a gente se ama mais ainda, já que a bondade do outro em nossa vida reforça nossa autoestima. Diferente de uma pessoa boba, cuja generosidade é comprada ou aproveitada, quiçá, mero interessismo. Por isso economize um “b”. Em vez de estar com as pessoas bobas, conviva com as boas.


4. Querem ser melhores que elas mesmas, não que você

As pessoas que buscam superar a si mesmas todos os dias nos inspiram a fazer o mesmo. Aqueles que querem ser melhores que a gente coloca em dúvida nosso valor, porque expõe uma relação de rivalidade e não de amor, e isso faz mal a nossa autoestima porque imprime um olhar de derrota sobre nós, e isso é escuridão em nosso caminho, uma ideia de que não somos capazes de ser amados.


Livre-se dessas pessoas. Elas são fonte de energias negativas como inveja, fofocas, intrigas e enfraquecem o seu viver. As pessoas que inspiram luz na sua vida, em vez de buscarem ganhar de você, preferem amar você.

Quando temos estas pessoas positivas ao nosso lado, defeitos viram detalhes, porque apesar de imperfeitos, como todos nós, são uma fonte inesgotável de luz em nossos destinos e nos inspiram a escrever uma história de vida cada vez mais linda!

Escolher com quem conviver pode ser crucial para nossa saúde mental, por isso escolha as pessoas de luz. Assim, em vez de ficar em depressão, acordará todos os dias com a alma sorrindo!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: bialasiewicz/123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.