ColunistasComportamento

Agora estou ocupada gostando de mim!

Te esperei, amei, te transformei nos meus melhores poemas.



Respirei esse amor por tanto tempo, você era eu, eu era você. Nos transformamos em um.

Perdi minha essência, esqueci qual era meu verdadeiro eu.

Por um tempo pensei se existiria vida ‘pós você’, e não é que existe? Existe um mundo que tem cor, tem luz, que tem direção.


Eu que me achava tão perdida quando estava longe de ti.

Hoje me encontro aqui, completa e plena, em minha própria companhia.

E olha, todo meu sentimento, todo esse amor que existiu e sempre existirá em mim, não foi embora, mas se transformou em outra coisa, algo que de início eu não conseguia dizer o nome, mas hoje sei que é simplesmente, gratidão.


Você conseguiu, no meio de todo seu descaso, me tornar um ser melhor, que simplesmente pensava que sem você não saberia prosseguir.

Mas olha, eu posso, e tô seguindo, viu?!!

Percebi que, eu amo você, nossa, e como amo.


Mas eu não gosto mais de você.

Porque eu tô muito ocupada, sabe com o que?

Gostando de mim!


Uma pergunta importante…

Artigo Anterior

A importância de planejar…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.