Notícias

“Aí tem alguma coisa!”: casal com enorme diferença de peso sofre para explicar a relação em rede social

Ai tem alguma coisa
Comente!

A máxima de que “a pessoa não vale pela aparência, mas pelo que tem dentro dela” virou um mantra para um casal com 460 mil seguidores no TikTok.

O argumento é repetido à exaustão pela influencer australiana Sienna Keera e o ator britânico George Keywood. Ela se mudou para a Europa a fim de viver com o amado.

Mignon, Sienna tem o que se convencionou chamar de “corpo invejável”. Já ele sofre com as agruras de ter obesidade mórbida. Para muitos internautas, trata-se de um amor impossível. Ou melhor, na visão deles: Sienna tem algum interesse oculto!

“Ela parece assustada”, disse um hater.

xblog love 2.jpg.pagespeed.ic .XXsRhkV U

Direitos autorais: Reprodução.

“Ela está atrás da sua carteira, não se iluda”, postou um outro.

Sienna e George começaram a se comunicar pelo Instagram. Em seis meses, já estavam juntos.

“A versão curta da nossa história: eu me mudei da Austrália”, disse a influencer ao “Daily Star”.

Por causa da enorme diferença de tamanho e peso, muita gente duvida que os dois vivam um amor genuíno e passa o tempo tentando decifrar o “enigma”, embora os alvos de tanta desconfiança tenham até um filho fruto da relação. “Aí tem alguma coisa!” e “Algo está errado!” são algumas das frases que Sienna e George mais costumam ler nos comentários dos vídeos que publicam na plataforma. Muitos comentários chegam à raia da grosseria.

xblog pair tiktok.jpg.pagespeed.ic .5JRr8XCqXU

Direitos autorais: Reprodução.

“O que está errado é o seu cérebro, que pensa que as pessoas não podem ser felizes. Somos uma família que está tentando fazer o melhor pelo nosso filho”, rebateu o ator para um dos seguidores. “Então por que você não se concentra na sua própria vida em vez de julgar e odiar a nossa?”, acrescentou.

“Homem de sorte”, escreveu outro internauta (o argumento de que George “ganhou na loteria” é um dos mais repetidos). “As chances de encontrar uma mulher que goste de homens grandes são de um em 1 bilhão, e estou falando por experiência própria”, emendou.

xblog pair 3.jpg.pagespeed.ic .uz5Z6AhsQA

Direitos autorais: Reprodução.

George reagiu ao comentário com uma dose generosa de ironia:

“É um mundo triste, né? É apenas uma raridade. Ela gosta de caras gordos. E é por isso que ela está comigo! Ela enxerga além de toda esta gordura.

No fim, ele até concordou com o comentário:

“É verdade. Ela é uma em 1 bilhão. Nós somos um em 1 bilhão.”

Brasileira enfrenta o mesmo questionamento.

A advogada Alexandra Santoro, de 42 anos, vive história parecida. Para alguns, o casamento com o jornalista e professor de História Anselmo, de 43 anos, era porque o marido, que chegou a pesar 110 quilos a mais que ela, tinha “certa condição”.

xblog a antes.jpg.pagespeed.ic .yxIPrNSh0E

Direitos autorais: Reprodução.

“Quando eu o conheci ele pesava 130kg. Como ele tem 1,87m, era só uma pessoa ‘forte’. Mas em um ano ele chegou a 184kg, peso que tinha quando casamos. Ouvi se eu tinha certeza que era isso que eu queria para a minha vida, que ele não tinha amor nem a ele mesmo para chegar a esse peso, quanto mais a mim. Que ele era obeso mórbido e o que eu tinha visto nele. Perguntavam se eu estava com ele porque ele tinha ‘certa condição'”, disse Alexandra, moradora do Rio.

xblog a depois.jpg.pagespeed.ic .sCUCsqXyrr

Direitos autorais: Reprodução.

Em novembro, eles completaram cinco anos de casados, ainda com alguns desafios a superar.

“Ele também era muito depressivo por causa do peso. Mas ele é comedor compulsivo, que é uma doença séria, que muita gente não leva a sério. Ele operou (bariátrica) logo depois que nos casamos, e hoje faz terapia para controlar isso. Mas ainda tem muito medo de voltar a engordar. E ainda ouço que ele não vai conseguir e que eu não vou aguentar”, completou ela.

Comente!

Pai que é motorista de aplicativo divulga filho músico, anúncio viraliza e rapaz ganha 100 mil seguidores

Artigo Anterior

Ravi de “Um lugar ao Sol”, Juan Paiva comemora sucesso e compra casa no Vidigal aos 23 anos: ‘Nunca quis sair daqui’

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.