Notícias

Além de armas, Lázaro levava macarrão instantâneo, biscoito e remédios

A Polícia Militar de Goiás divulgou uma imagem que mostra as armas e os objetos que foram encontrados com Lázaro Barbosa, morto ontem após uma ação policial em Águas Lindas de Goiás, no entorno do Distrito Federal.



O fugitivo estava com um revólver calibre 38 e uma pistola, que segundo o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, descarregou na equipe de militares.

Segundo a PM, o foragido estava com uma mochila que tinha: munições, biscoito, pacotes de macarrão instantâneo, gelatina em pó, uma cebola, dois isqueiros, uma faca, uma jaqueta camuflada, duas escovas de dente e remédios, entre antibióticos e analgésicos.

Lázaro também estava com R$ 4.400, como foi informado ontem.


A PM informou que todo material foi apresentado à Secretaria de Segurança Pública e deve ser periciado.

Lázaro foi morto após uma suposta troca de tiros, onde a polícia disparou 125 vezes contra ele – segundo o boletim de ocorrência registrado ontem. Nenhum policial ficou ferido na ação.

O suspeito foi socorrido e levado para um hospital em Águas Lindas, mas chegou sem vida ao local.

O corpo dele segue no IML de Goiânia, na manhã de hoje, aguardando liberação por parte de algum familiar.


Confronto com a polícia

Após ser baleado, Lázaro foi levado por uma viatura do Corpo de Bombeiros para o Hospital Municipal Bom Jesus (assista ao vídeo abaixo), mas morreu.

Por volta de 11h10, uma viatura do Instituto Médico Legal (IML) chegou aos fundos da unidade de saúde. O corpo dele foi levado para ser periciado em Goiânia e deve ser enterrado no cemitério de Cocalzinho.

O secretário comemorou o fim da operação: “Missão cumprida. Restabelecemos a paz e tranquilidade nessa comunidade de bem”.


Ainda de acordo com Miranda, Lázaro atirou contra os policiais e foi baleado durante confronto.

“Ele descarregou uma pistola, possivelmente 380, em cima do policiais”, afirmou.

Apesar da troca de tiros, nenhum policial ficou ferido.

Na entrevista após a morte de Lázaro, o secretário falou sobre o cerco ao fugitivo. De acordo com ele, os policiais viraram a madrugada procurando Lázaro, “até que hoje cedo finalizamos a ocorrência e com todos policias bem e o grande objetivo de não deixar ele machucar mais ninguém”, afirmou.


 

 

Príncipe Harry está ‘com saudade de casa’ e quer se reconciliar com a família, diz jornal

Artigo Anterior

‘Força Chico’: vídeo de mãe raspando cabelo do filho com leucemia gera onda de solidariedade

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.