Alguns podem saber o que se passa, mas só você pode sentir a sua dor…

3min. de leitura

É preciso acreditar na sua verdade. Deixar que ela faça maravilhas em seu coração. Acreditar na beleza divina, no sonho possível e na liberdade da alma.



Acreditar na imensidão da vida. Nas quedas e nas vitórias. No fim que pode ser um começo e no começo que também se inicia com um fim.

Acreditar no que foi sonhado, desejado e amado.

Acreditar que nem sempre se terá uma nova oportunidade para se viver momentos inesquecíveis. E que o possível também pode ser feito, se você acreditar.


Acreditar na dor que vem e que passa. No calor e no frio que a natureza nos proporciona em momentos e estações.

Acreditar que sim! Podemos viver o aqui e esperar que o amanhã seja, assim como hoje, um dia feliz.

Acreditar que se constrói uma vida, a partir da vida que Deus lhe deu. E que se você esperar ser possível o impossível pode acontecer.


A cada levantar olhe o caminho trilhado. A cada trilha olhe o que lhe pertence. O que você ganhou ou o que você buscou. Adquiriu ou sobreviveu.

Se o caminho, onde você passou, teve espinhos. E estes espinhos ainda te causa dor, sente-se em lugar sossegado. Respire com a dor do passado e revigore as suas forças para que suas pisadas sejam mais confiantes e menos cruel do que antes.

E quando tudo isso passar, nós sabemos que passa. Você saberá o que te feriu e entenderá que nem todo caminho é trilhado apenas com glórias.  Alguns contêm espinhos.

Mas tudo isso pode ser facilmente compreensível se também compreender que alguns podem saber o que se passa, mas só você pode sentir a sua dor.

E por já saber disso você fará o possível para mergulhar em você e não deixar que os caminhos da vida, as trilhas que contêm espinhos. Possam furar os seus pés, que caminharam sozinhos, quando você carregava a mais pesada das dores.

E quando se der conta disso, levante e se vista com a força e a coragem que te faz viver.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.