5min. de leitura

A alma vive para sempre…

Todas as almas estão ligadas. Todas. Não há tempo nem espaço que as separe.

Sigmund Freud, reconhecido psicanalista a nível mundial, descreveu o funcionamento da mente em diferentes níveis. Entre essas camadas, havia o que ele chamou de mente inconsciente, da qual nós não temos consciência mas que armazena todas as nossas experiências boas ou más. De acordo com o cientista, o inconsciente leva-nos a agir como agimos e a sentir o que sentimos. Para Freud, só ao termos acesso ao inconsciente podemos aprender quem somos e, então, curarmos o que precisa de ser curado (doenças físicas, mentais ou emocionais).


Para o psiquiatra americano e terapeuta de regressão a vidas passadas, Dr. Brian Weiss, a mente inconsciente é a alma, que permanece imortal para sempre. A alma não tem tempo nem espaço.

A alma é uma energia que está ligada a todas as outras almas, que no seu potencial máximo formam uma só unidade, uma só alma, uma só energia: aquilo a que chamamos Deus ou amor.

«Eu acredito que cada um de nós tem uma alma que existe depois da morte do corpo físico e que regressa sucessivamente a outros corpos num esforço progressivo para evoluir. Mesmo antes de morrermos, a nossa alma, aquela parte de nós que tem consciência do momento em que abandona o corpo, faz uma curta pausa a flutuar. Nesse estado, a alma pode diferenciar cores, ouvir vozes, identificar objetos e rever a vida que teve. (pág. 9, Same Soul, Many Bodies, Brian L. Weiss, M.D.)

De acordo com o terapeuta, todos nós vivemos essa experiência de flashback no momento em que deixamos o corpo. Apenas alguns voltam ao mesmo corpo e relatam experiências de quase morte. Os que partem para a luz fazem uma revisão da vida que tiveram:


“A alma regista todas as experiências de vida. Sente o amor e a gratidão de todos a quem ajudou e amou. Do mesmo modo, sente a dor, a raiva e o desespero de todos a quem magoou ou traiu. Assim, a alma aprende a não magoar mas a ser compassiva”. (pág. 12, Same Soul, Many Bodies, Brian L. Weiss, M.D.)

Depois de a alma fazer esta revisão, afasta-se cada vez mais do corpo para se aproximar da luz. Às vezes, há outras almas para a receberem, como familiares ou guias espirituais, e para a encaminharem para a fundição com Deus.

Eventualmente, a alma pode resolver reencarnar para continuar a aprender, no caso de a sua missão não estar cumprida.

A alma, o único ser que existe


Para atravessar todos os portais do tempo,

Corpo após corpo, vida após vida, século após século,

Permanece imortal para todo o sempre.

A alma, uma das chamas de Deus

Que vibra em luz para iluminar o mundo,

Reencarna sucessivamente até aprender todas as lições:

Amor, compaixão, perdão, tolerância, paciência…

A alma, o livro mais bonito jamais caligrafado,

Permanece em aberto para nela serem gravadas

Todas as histórias que a vida lhe imprime,

Sem nunca perder uma página no esquecimento.

A alma, o pedaço do Céu na Terra,

Traz a força de Deus para o peito dos homens,

Para lhes dar brilho e calor

Nos dias mais cinzentos e tristes.

A alma… Todas as almas estão ligadas. Todas. Não há tempo nem espaço que as separe.

Todas as almas estão ligadas pela mão de Deus, que as une em fios de luz branca e dourada.

Cada nascimento é uma nova chance de aprendizagem, uma nova lição. Cada partida, apenas uma passagem, pois toda a alma é imortal.

Toda a alma volta a Deus, à sua essência. Toda a alma vive para sempre.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.