Almas gêmeas: sim, elas existem!

Na Grécia antiga o filósofo Platão foi um dos grandes nomes da história e um dos primeiros homens a trazer a ideia das almas gêmeas à tona, através de sua obra “O Banquete”. Este tema já esteve muito em alta no passado e, nos últimos anos, com a chegada das terapias holísticas e complementares ele voltou a estar em evidência.

Mas, e você que está lendo este artigo agora, acredita na existência de algo tão mágico?

Bom, eu particularmente sempre acreditei em almas gêmeas, desde muito pequena já sonhava com aquele que viria ao meu encontro e que ao seu lado a sensação de “estar em casa” reinaria em meu peito. Aos cinco anos de idade eu já era bem romântica e tinha certeza que um dia viveria um grande amor de alma (eu já era meio peculiar naquela época, rsrs)

Quando me tornei psicoterapeuta acompanhei muitos clientes passarem por dolorosos processos de anseio pela sua cara metade que, a princípio, nunca chegava e eu mesma também desejava com todo meu coração encontrar a minha. Então, eu me senti mais estimulada a estudar profundamente alguns conceitos espirituais sobre almas gêmeas. E no curso de Thetahealing (uma das técnicas que eu trabalho) tive uma revelação que me fez muito sentido, a de que, sim, almas gêmeas realmente existem, porém não se trata de apenas uma para cada pessoa!

Sim, é isso mesmo que você acaba de ler, podemos ter várias almas gêmeas espalhadas por aí, pelo mundo e Universo afora!

E, pasmem, elas não se restringem apenas a relacionamentos amorosos, podemos ter almas gêmeas como amigos, pessoas da família, mentores, terapeutas e até mesmo animais e plantas de acordo com algumas teorias. E vou dizer a você: eu já tive a honra de encontrar algumas, e também já ajudei muitas pessoas a se unirem com as delas.

Nesta minha jornada, eu li diversas coisas sobre o assunto, bebi de várias fontes espiritualistas, filosóficas e esotéricas, mas, em suma, o que posso dizer é que as almas gêmeas são definidas pelo nível de afinidade entre os seres. São como energias que contém uma informação vibracional muito semelhante, geralmente vibram numa frequência parecida e por isso possuem muitas qualidades em comum.

No entanto, nem tudo são flores, as almas gêmeas costumam ter também os mesmos pontos fracos e dificuldades que precisam ser trabalhadas aqui na matéria, em geral, ele ou ela vai apresentar os mesmos tipos de problemas que você.

Se você, por exemplo, tem questões relacionadas à carência afetiva, sua alma gêmea também terá e pode até ser que ela esconda isso muito bem e se comporte de forma aparentemente oposta, mas isso é apenas um mecanismo imaturo de defesa do ego, porque o que acontece de fato é que na verdade vocês funcionam como uma espécie de espelho revelando um ao outro todas as suas nuances.

Por isso, quando você não está preparado ou maduro o suficiente e encontra uma alma gêmea, vocês podem se fazer muito mal, projetando conteúdos inconscientes um no outro, entrando em um funcionamento egoísta de exigência, cobrança, julgamento e falta de aceitação.

Nestes casos, quase sempre as almas gêmeas se separam gerando uma dor profunda na alma de ambos.

Todo relacionamento é uma grande oportunidade de crescimento, sendo assim, devemos ter a humildade de ter consciência de que temos muito a aprender e também a ensinar.

Em contrapartida, se você é uma pessoa que busca autoconhecimento, cuida da sua energia, da sua mente, da sua espiritualidade e, principalmente, reconhece suas vulnerabilidades, quando você encontra sua alma gêmea você e ela (que provavelmente está em um nível parecido com o seu), desfrutarão de uma das mais belas dádivas desta dimensão, um amor tão forte, puro e intenso que é capaz de iluminar e trazer muita evolução e expansão para ambos. Vocês vão reconhecer as dores e sombras mutuamente e assim poderão se curar.

Uma característica comum a todos os encontros de almas gêmeas (especialmente como casal) é o fato de ser um relacionamento desafiador; vocês podem morar muito longe, passar por problemas de todos os tipos ou ter pessoas querendo derrubar vocês, porém se forem corajosos e estiverem prontos para o amor, terão a sabedoria de vencer todos os obstáculos e permanecerão juntos, não necessariamente para sempre, mas pelo tempo que só cabe ao Universo saber.

Quando almas gêmeas se reencontram, elas se reconhecem não pela aparência física, mas por uma intensa conexão física, mental, emocional e acima de tudo espiritual.

Elas criam tanta luz juntas que sentem um desejo profundo de levar luz ao mundo também, elas querem construir um legado, gerar valor, ajudar ao próximo, contribuir com o planeta.

Sendo assim, a melhor maneira de você atrair a sua alma gêmea (mais compatível e saudável) é justamente você estar bem com você mesmo e engajado no seu propósito de alma aqui na Terra.

Então, não tenha pressa, prepare o seu interior e seu companheiro (a) de jornada unir-se-á a você, não no tempo do seu ego, mas no da sua alma.

Com amor e serenidade,

Tatiana M. Galvão


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 4pmproduction / 123RF Imagens



Deixe seu comentário