Uma pergunta que parece ser muito simples, mas que tem algo que a faz rica mediante a resposta que cada um de nós formulamos.Você já se perguntou “o que te faz amar alguém?”.



Já cheguei a pensar que era simplesmente conhecer, conviver, e pronto, assim criaríamos afinidades e o amor nasceria, mas não é tão fácil assim, pois o amor não cobra nada, mas nos exige atenção, cuidados e, principalmente, reciprocidade.

Estar com alguém do seu lado e dedicar-lhe amor é a coisa mais deliciosa que existe, pois um alguém do nosso lado nos faz aventurar, viver, sorrir, contar piadas, mas lembrese de que nem sempre este alguém estará em um dia mágico! Seus dias ruins chegarão e será que você o amará em seu momentos difíceis, arrogantes, de mal-humor?

O que me faz amar alguém é a simplesmente a sensibilidade que a pessoa tem de ser uma pessoa comum, com qualidades e defeitos, e, principalmente, pela simplicidade que tem em ser alguém em minha vida.Quando digo alguém, refero-me a amigos, amores, família, pois são pessoas que se aproximam de nós, não só para dizer eu te amo, mas para ‘fazer valer’ e prevalecer a palavra amor.


O que me faz amar alguém na verdade é quando este alguém não se esquece de mim, é quando este alguém me liga, me deixa mensagens de carinho, cuida do meu coração, grita comigo dizendo que estou errada, diz pra mim que sou fracassada quando quero desistir, me belisca quando estou no mundo da lua, me puxa quando começo a tirar os pés do chão.

O que me faz amar alguém é poder contar com ela em momentos mais cruciais da vida, e sentir que em momentos bons ela sorriu comigo, e em momentos de grandes tribulações ela estendeu as mão e disse estou aqui..

O que me faz amar alguém é o fato de que este alguém existe quando todos em minha volta se tornam invisíveis.

O que me faz realmente amar alguém é a capacidade da pessoa de simplesmente me conhecer  até pelo lado avesso… é perceber que ela é diferente de mim, mas a diferença dela me completa… entendeu??


Por Cecilia Sfalsin

Não basta gostar

Artigo Anterior

Tome uma atitude positiva!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.