4min. de leitura

Amar é cuidar, simples assim!

Amar é cuidar. O amor verdadeiro não existe em meio à falta de carinho e cuidado.

Uma das melhores definições de amor é a que diz que amar é pensar no bem-estar e felicidade do seu parceiro e fazer sua parte para isso. Ser zeloso com seu parceiro é ser atento, valorizar as pequenas coisas, a pessoa ao seu lado e trabalhar todos os dias para que ela se sinta amada, importante, ouvida e especial.


No entanto, parece que, com o passar dos anos, vamos perdendo o hábito de oferecer carinho aos nossos parceiros, mesmo sabendo que devemos conquistar aqueles que amamos todos os dias, através de amor e atenção. Nós nos rendemos ao desinteresse e ferimos nossas relações com atitudes que mostram indiferença.

O quanto o amor dura depende de quanto você cuida dele

O amor pode aparecer em nossas vidas, mas quanto tempo ele permanecerá depende totalmente de como cuidamos dele. Muitas pessoas, por mais que desejem o amor intensamente, acabam por desvalorizá-lo uma vez que o conquistam, o que provoca um grande arrependimento quando percebem que não podem voltar atrás.

É importante sabermos que nenhuma pessoa em nossas vidas tem a obrigação de permanecer ao nosso lado e aturar nossa desatenção, mal humor, falta de carinho e cuidado e nos entender sempre, sem valorizar a si mesma. Sabendo disso, se não nos dedicarmos ao nossos relacionamentos, podemos perder um vínculo verdadeiro que nos traz felicidade.


As desculpas que alimentam a negligência

O principal motivo que leva ao desgaste intenso, e por vezes fim dos relacionamentos é a rotina, a mesmice, a prática dos mesmos hábitos, atividades, costumes. Dessa maneira, aquilo que deveria fortalecer a relação e unir os casais cada vez mais, acaba por se tornar o que os separa.

Quando paramos de ter como metas tirar o maior número de sorrisos de nossos parceiros e cuidar deles com carinho e amor, negligenciamos o cuidado que é tão importante para um relacionamento saudável. Esse hábito escurece a luz do amor em nossas vidas e faz com que tudo seja sem valor. Como resultado, aquilo que fazia nossos relacionamentos especiais some e nos sentimos indignos de amor, o que causa uma ruptura na relação.

Os amores não são eternos, mas podem ser bem cuidados

Os amores, assim como tudo nessa vida, não são eternos. No entanto, através de nossas atitudes, nós podemos garantir que eles não se esgotem por falta de atenção e cuidado.


Existem algumas dimensões que são essenciais para relacionamentos saudáveis, duradouros e verdadeiramente felizes. São eles: cuidado, compreensão, carinho, esforço, trabalho em equipe, humildade, altruísmo, resiliência, habilidade de absorver aprendizado em situações caóticas, foco em soluções, valorização da conversa como facilitadora de vida e relacionamentos.

Portanto, para um amor baseado em cuidado, precisamos desenvolver em nós mesmos a capacidade de ouvir, entender, aceitar e cuidar de nós mesmos e das pessoas ao nossos lados.

Porque amar é cuidar e, por mais que seja simples, é um conceito profundo que requer vontade e dedicação.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.