6min. de leitura

Amar é deixar livre!

Amar é muito bom, não é, gente?


Encontrar alguém com a mesma energia que a nossa, compartilhar experiências, tudo isso gera um sentimento muito saudável. Pelo menos é assim que os relacionamentos amorosos deveriam ser: livres para se expressar! Livres para evoluir o ser aí de dentro.

É fato que Deus (não importa nome que você dê, o Todo é tudo) está em tudo. Mais uma vez, “em tudo”. Dessa forma ele pode aprender em tudo. Sim, mesmo Ele sendo perfeito, ele se desenvolve em cada espécie existente.

É como se você pudesse passar por várias evoluções ao mesmo tempo e isso agrega mais e mais poder. Informação é poder. Amar é informação e é poder.

Assim como estudar, assim como você tomar um café na esquina. Esse café pode estar amargo ou doce. Ambas experiências são válidas e agregam à evolução.


E chegamos ao fundamento do ser humano querer compartilhar a vida com alguém.

Podemos viver sozinhos, claro! Só que concorda comigo que você levaria anos para aprender algo que, em um relacionamento você cresce super rápido? Isso se você não for uma estátua de mármore. Nada contra mármores! Mas, com certeza, você não vai querer ficar enfeitando anos da sua vida na pauta da zona de conforto.


Relacionamentos nos tiram da zona de conforto a todo momento. É choque de ideias, é um puxa para cá, para lá, e ajeita isso e aquilo. Por isso, melhor seguir o fluxo. Como um rio, que desvia as pedras, segue o fluxo e corre por entre a terra, junto com os peixes, junto com a vida.

A vida literalmente flui. O sol brilha intensamente, as bochechas doem de tanto rir, os olhos ganham cores e os que se permitem mostrar sinceridade, uma ligação mais profunda de companheirismo é realizada. Uma relação de poder contar com o outro para qualquer coisa.

Cuidado! Muito cuidado ao se apaixonar e virar uma tola ou um tolo. Ah, vou puxar sua orelha se está fazendo isso! Quando você gosta de alguém, viva intensamente esse sentimento. Mas saiba que a partir do momento que o “outro” começar a ter defeito aos seus olhos, é o momento de você agir!

Será em VOCÊ os defeitos. SEMPRE! O outro sempre será um espelho de nós mesmos! Leia de novo essa última frase e guarde aí dentro. Pois quando vier uma briga, ou qualquer desentendimento, sente-se em um local calmo e coloque a seus olhos a besteira que você está fazendo, como está sua energia, onde está seu bloqueio.

Colocar a culpa no outro é muito mais fácil e não dói! Agora, reconhecer os próprios erros, isso realmente é feroz! Mas você vai ter que se resolver uma hora ou outra, nesse ou em outro relacionamento, em doença ou em acidente, nesse planeta ou em outro.

Então, chega de ser mimado ou mimada e mãos à obra para partir para próxima lição.

Amar é ver no outro a sua energia, ver o seu sol no outro, brilhando cada dia mais intenso. É sentir gratidão a todo momento pela oportunidade de sentir, de tocar, de beijar e estar com essa pessoa da forma que der. Sem pressa. Sem medo. Sem medo de perder.

Sem medo de ser amado ou amada. Apenas aceitar que sua centelha divina se manifeste. Aceitar que há um Deus ou uma Deusa em você. (Os religiosos vão discordar disso, mas aos que estudam mecânica quântica, essa verdade é presente). E daí meus queridos, não serão mais um casal de apaixonados se beijando. Isso é muito pouco. Será um Deus amando uma Deusa (não importa o gênero na verdade, sempre um será Yang e outro Yin, sempre prevalecerá o equilíbrio para expressão máxima do espírito). E esse amor quando acontece, preenche o desejo da alma.

A partir disso, tudo flui: dinheiro vem milagrosamente, as pessoas com energia similar a sua se aproximam, você vê a vida como um mar de infinitas possibilidades. Adeus preocupações. Adeus Matrix. Na verdade, essa última tem muita gente presa, mas isso é para um próximo assunto.

E aí, já encontrou esse Deus ou Deusa dentro de você? Muito provavelmente, se você encontrou, sua alma começou a brilhar e algumas pessoas vieram conversar com você.

Agora cabe a você a escolha do que vai querer experienciar, o que sua centelha divina está te falando para viver! É só silenciar um pouco a sua mente.

A resposta aparecerá tão suave quanto um algodão doce!

Namastê!”

________________

Direitos autorais da imagem de capa: kuznetsovkonsta / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.