ComportamentoO SegredoRelacionamentos

Ame-se o suficiente para saber quando partir

ame

Se existe algo realmente difícil, é saber quando deixar a vida de uma pessoa e tornar-se uma memória amada e não um ódio habitual. Saber dizer adeus é a arte do sofrimento, mas também da aprendizagem.



De acordo com um estudo publicado no espaço “Study.com”, a principal razão pela qual decidimos acabar com um relacionamento é o sentimento de desigualdade, as contribuições de cada um são diferentes e o custo da dor é demasiado elevado para poucos lucros.

“Há sempre um momento no qual é necessário partir, ainda que não saiba para onde ir, ainda que seus pés estejam descalços e as mãos vazias. Só então você vai permitir que o seu coração seja feliz novamente.”

Amor e sofrimento nunca devem andar juntos em um relacionamento amoroso. Isso é algo que nem todo mundo entende, uma vez que o conceito de “amor romântico” nos faz acreditar nesses equívocos. Se você ama o suficiente, não deve permitir tais extremos … Te convidamos você a pensar sobre isso.


Quando partir é a única opção

ame2

Uma relação, como todos os organismos vivos, sofre mudanças contínuas. Cada mudança destina-se a reforçar a ligação e permitir conhecer melhor sem que nenhum perca demais. A relação deve fluir.

O amor é acima de tudo uma livre escolha que fazemos. Mas às vezes é uma das principais causas do sofrimento da humanidade. Antes de cair nestes estados de dor emocional é necessário saber dar um adeus ao tempo, evitando assim alongar situações verdadeiramente destrutivas.


Estes são os principais aspectos que devemos avaliar para entender se “partir é nossa única opção”:

  • Avaliar se o problema que o levou à situação atual pode ser resolvido.
  • Ante um momento de crise é necessário que as duas partes se esforcem por igual ou, pelo menos, que um tenha empatia com o outro. Qualquer desequilíbrio faz com que apenas uma parte ofereça a sua energia, entusiasmo e sacrifícios pessoais enquanto a outra simplesmente recebe sem oferecer nada em troca.

  • Tente projetar sua situação atual no futuro distante. Você acha que em 10 anos ficaria feliz se as coisas fossem como agora?

Se analisando estas questões você avalia que nada é possível o que não há soluções, é necessário tirar força de si mesmo para dizer, sair e fechar este círculo pessoal e emocional cheio de sofrimento.

ame3



Ideias que nos impedem de terminar um relacionamento amoroso

Em um relacionamento, nos apegamos a certas crenças errôneas e emoções que, em caso de infelicidade, nos impedem muitas vezes de sermos objetivos e vermos a realidade. Lembre-se sempre que o amor cego não é amor, mas sim as falsas ilusões que construímos para nós mesmos.

As ideias que nos impedem de pôr fim a um relacionamento muitas vezes prolongam o sofrimento desnecessário que viola a nossa auto-estima. Portanto, é importante ter em mente estes conceitos:


  • Evite autoengano, as coisas nem são sempre serão como desejamos.
  • A outra pessoa não vai mudar por você. Na realidade, as pessoas não mudam, é provável que não sejam como você pensou no início, e isso é algo que deve ser muito claro. Ninguém muda seu maneira de ser da noite para o dia, por mais que desejemos.
  • Sofrer por amor não é um ato heroico ou romântico, é uma forma de autodestruição. Se você foi levado a acreditar que ter um parceiro é ter que sofrer e estabelecer uma luta contínua, você foi enganado. Ser parceiro é saber construir e amar sem que o sofrimento seja mais do que circunstancial.

  • Não tenha medo da solidão. De acordo com um estudo realizado na Universidade Brigham Young, em Utah (EUA), um dos principais receios da população é “estar sozinho”. Para muitos, estar em má companhia é preferível à solidão. Não se enquadre nessa ideia.

ame4

Ame-se o suficiente para saber quando partir, sempre será preferível a própria solidão à uma presença que veta nossa felicidade, nosso equilíbrio interior. Amar não é dar tudo para receber nada, é saber-se merecedor de reconhecimento e respeito. Deixar-se amar e amar é uma arte, é a habilidade de cultivar um amor real.


 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: La Mente es Maravillosa


Amar não dói

Artigo Anterior

Divórcio, finanças & filhos

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.