6min. de leitura

Amigo é aquele que te olha com ternura e admiração, é como um irmão que você escolheu.

Amizade é a oportunidade que você tem de deixar fluir o seu melhor.

Eu entendo de pessoas que se revelam no olhar, que reconhecem no outro seu próprio espelho, que mergulham no lago sereno da essência e que ali se deixam ficar.



Eu entendo de amigos e amor de amigo é o paraíso vivido em profundidade, é o sagrado, o pleno, um oásis no deserto de corações vazios, loucos de desejo de serem preenchidos com um sentimento nobre. Amizade é a oportunidade que você tem de deixar fluir o seu melhor.

Amigo é aquele que o olha com ternura e admiração, é como um irmão que você escolheu, é o que está sempre perto, mesmo quando o espaço-tempo limita a aproximação física em algum momento ou fase da vida.

Amigo é quem o respeita sempre, mesmo que não concorde com suas atitudes ou escolhas, as vezes impulsivas.

Amigo lambe as feridas e tem um olhar certeiro naquilo que o outro não digere, naquilo que fere.


Uma pessoa amiga sabe respeitar sempre e sabe que o íntimo do outro é sagrado, que cada um tem sua individualidade, seu espaço, sua lógica, seu ócio criativo e que, se algo às vezes parece estranho ao outro, pode ser apenas a expressão da arte.

Tem gente que gosta de pintar uma ou várias paredes da casa, numa mistura intensa de cores; eu acho lindo! Também tem gente que customiza suas roupas, ou desenha coisas indecifráveis, cada um tem seus passatempos, seus momentos.

Aquela pessoa com quem você, mesmo sem conhecer a fundo, não tem nenhuma afinidade, pode ser na verdade, uma grande pessoa, se tiver uma chance de conhecimento e desenvolvimento da relação de amizade.


Vou contar uma pequena história que serve de exemplo:

Na universidade, eu e uma garota andávamos sempre juntas. Já havia ali uma amizade nascida, mas que precisava crescer, amadurecer. A gente vivia brigando, porque eu sempre fui muito livre, muito discordante de qualquer mente conservadora, sempre fui sonhadora, positiva. Minha amiga era uma pessoa incrível, mas presa aos conceitos de certo e errado da maioria, então vivia me criticando e eu não aceitava, revidava com palavras, nem sempre delicadas, aí discutíamos muito e volta e meia isso acabava em choro, meu, dela ou de ambas. Um dia um colega de sala nos disse: – Eu não entendo isso, vocês vivem brigando mas continuam andando juntas, gostaria de entender o porquê. Na mesma hora, eu, como sempre espontânea, respondi com convicção:

– Porque nós teimamos em ser amigas. – Aquilo foi tão profundo que até o silêncio apareceu e ficou ali por um segundo, para dar ênfase ao momento.

Nós nos olhamos e, desde aquele instante, nunca mais brigamos, porque sentimos, sem sequer pronunciarmos uma palavra, que bastava ela me respeitar na minha maneira de ser e que eu também, por minha vez, não deveria querer que ela fosse igual a mim, na minha maneira rebelde de pensar ou agir, para que nos entendêssemos bem.

Ela foi um anjo em minha vida durante muitos anos, eu acho que fui uma palhaça na vida dela, porque tenho sempre o humor a postos para fazer as pessoas rirem.

Carinho também é importante! Com carinho você é capaz de conquistar o mundo, e não falo só de carinho com amigos, porque isso é natural, falo de carinho com todos, com estranhos, conhecidos, animais, natureza, até objetos, porque ter carinho é cuidar para conservar.

Claro que amigo, às vezes, extrapola e com a desculpa de se preocupar com você e querer seu bem, dá conselhos como se fossem ordens, mas aí precisamos ter paciência e lembrar ao outro que somos capazes de pensar e decidir sozinhos, na grande maioria das vezes.

Com boa vontade e serenidade os amigos se tornam anjos em nosso caminho, companheiros fiéis nessa jornada, que tem alguns tropeços, dificuldades e desafios a serem vencidos, mas também muitas surpresas boas e momentos felizes.  Que você seja capaz de oferecer ao outro o que ele merece: um tanto de atenção, nada de espinhos, nenhum senão, mas se restar alguma dúvida, reflita, observe o fato, porque as vezes é preciso tato e sutileza

Se possível, peça desculpas na incerteza. Se necessário, perdoe e esqueça qualquer ato de desagravo. Só quando você esquece, você realmente sabe que conseguiu perdoar.

O esquecimento total é a prova inequívoca do perdão, porque a amizade é amor em movimento e o amor é sereno, desconhece o que é mesquinho e o que é pequeno.

____________

Direitos autorais da imagem de capa: stockbroker / 123RF Imagens

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

* Matéria atualizada em 30/12/2017 às 5:03






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.