AMIGO FIEL É PROTEÇÃO PODEROSA!

A amizade é simples. Não adianta tentar fazê-la ostentar, não combina. Mas existem amizades por interesses, certo?! Errado! Quando há interesses já deixou de ser amizade.

Amizade é simples, não se força a nada. A amizade anda de mãos dadas com a simplicidade.  Sentar numa calçada e tomar um sorvete, caminhar no parque, ver um filme, rir até do que nem tem graça, inventar apelidos, rir de novo, contar os problemas, chamar de louca, levar para longe, saber que pode contar, tentar mostrar o lado bom, tentar levantar a autoestima depois de uma situação ruim, estar junto mesmo separado.

É atender a ligação às 3h,  ficar no telefone mais de 2h, é incentivar a ser o melhor que o outro pode ser, é conversar sem mandar recados, em mimimi,  sem meias palavras, sem mandar e-mails sérios, correntes chatas; é ser constante e verdadeiro, aberto a amar o outro do jeito que ele é sem querer mudá-lo.

É agradecer a disponibilidade, mas não prender ou sufocar. É ter crise de gargalhadas por um motivo qualquer, é não cobrar  (se há cobranças, não há relação sadia) e estar aberto aos revezes da vida, mas não agir como dono da razão.

É perdão, é  abraço, é torcer pela felicidade e sucesso do outro como se fosse o seu. É pertencer ao outro sendo livre. É um lanche dividido, um olhar cheio de cumplicidade.
Um gesto de carinho e mais crise de riso.

Dizem as escrituras que “Amigo fiel é proteção poderosa”! De fato estamos protegidos se temos um amigo. Amigo fiel é cura naquele momento de dor. Nosso coração se alegra quando há um amigo para segurar nossa mão e nos fazer um carinho.

Quem encontrou um amigo, encontrou um tesouro!

A amizade verdadeira, onde o respeito, amor, a admiração e o carinho imperam, leva-nos à outro estágio da vida, o da contemplação.

Ser amigo é dar e receber numa troca justa e amorosa. É não julgar e não diminuir, é torcer e entender as personalidades, respeitar as diferenças e crescer nelas. É jamais tratar com superioridade ou arrogância, nunca tentar controlar, ou comparar. É estar livre de preconceitos e saber a hora de falar e de calar. É entender o tempo e as tarefas do outro, a falta de tempo também. É respeitar a vida do outro, mesmo querendo que ele viva de forma diferente. É concordar e discordar, com sabedoria. É plantar e colher junto. É amar!

Quando você diz “Amizade verdadeira não existe”, “Era amigo e olha ai no que deu?”, você atrai para si os piores tipos de amigos. O pensamento cria e esse poder criativo do pensamento vale para tudo. Inclusive para as relações de amizade!



Deixe seu comentário