AmorO SegredoRelacionamentos

Amo seu sol e suas nuvens

amo seu sol e suas nuvens

Eu amo você. Amo sem exigir que me responda com um: “Eu também!”.



Amo sem pedir que demonstre amor equivalente àquele que me preenche sempre que você, depois de muito lutar contra o peso das pálpebras, adormece sobre o meu peito, bem antes da metade do filme.

Amo quando está de cara lavada e, também, nas tantas vezes em que se maquia, caprichosamente, para esconder as olheiras e impedir que percebam o quanto você vive a trabalhar no modo hard.

Amo quando está mais doce do que doce português, contudo, meu amor não se apequena nos dias em que você, por causa de pesadelo doloroso ou despertador escandaloso, acorda azeda como suco de tamarindo, obrigando-me a fazer caretas e a enrugar a testa.


Amo quando seus hormônios estão equilibrados como um profissional do Cirque du Soleil, mas amo, também – e apesar do medo que sinto das suas reações adversas -, quando está naqueles dias e, consequente, a um passinho curto do choro, do berro, da carência ou do chocolate amargo.

Amo quando está de cabelo solto, vestido pomposo e salto alto, mas amo, da mesma maneira elegante, quando decide passar o final de semana todo dentro do seu pijama de zebra. E descabelada como se tivesse acabado de voltar de um rolê de carro conversível.

Amo – como um pinguço ama a palavra “open bar” – a cara de Ana Maria Braga satisfeita que você faz depois de algumas garfadas do meu macarrão, mas, por favor, fique sabendo de uma coisa: eu não deixo de lhe amar nos momentos em que você olha para meus niguiris com desdém, como se eu estivesse prestes a enfiar besouros vivos na boca. Ok?

Amo quando assiste comigo a filmes franceses nos quais a cena de uma folha marrom voando pode ser classificada como “o ápice da ação”, mas amo, também, as tantas vezes em que você sugere: “Vamos assistir a um filme brasileiro hoje? Tô muito cansada para ler legenda. Ou podemos ver O Mundo Segundo os Brasileiros, o que acha?”.


Amo a coragem que demonstra quando está pertinho de rottweilers e o jeito descontrolado que você requebra quando avista um gafanhoto, uma barata ou qualquer outro inseto voador.

Amo a facilidade que você tem para contar causos complexos através de emotions e a tremenda força que você faz para pronunciar a palavra “perro” – que significa cachorro em espanhol.

Amo seus brincos compridos, que quase tocam seus ombros, mas amo, também, a sua orelha nua.

Amo a sua nudez escancarada, que posa franca para os desejos do meu olhar, mas amo, também, quando você esconde a sua pele sob um casacão que dificulta o movimento dos braços, botas à prova de botes de jararaca e um cachecol que, apesar de proteger sua garganta, teima em lhe dar coceira no pescoço.


Amo quando se empolga e desafinada canta: “Chove lá fora e aqui tá tanto frio”. Mas também amo os minutos de silêncio que faz quando está compenetrada dando cor às suas unhas.

Amo quando me ama à queima roupa, esfregando o seu tesão no meu e sussurrando delicias ao pé do meu ouvido. Porém, também amo quando me ama com zelo e de longe, fazendo-me aquele cafuné virtual que me faz querer adiantar voos e deixar a saudade pela metade.

Amo seu Yin e seu Yang, sua dama e sua puta, seu fogo e seu gelo…

Em você, por causa do amor que sinto, amo até mesmo aquilo que odeio em outras mulheres.


Alguns dizem que o amor nos cega, eu, porém, tenho uma opinião um pouco diferente: acho que o amor nos faz prestar mais atenção naquilo que realmente importa e parar de dar importância às coisas que importam tanto quanto a final do BBB. Saca?

Amo você. Amo nas alegrias e nas tristezas, na ordem e no caos, no tapete fofo e na lama. Porque quem ama apenas o riso, sinceramente, ama pela metade. E, pra mim, só é amor se for inteiro, do dedo torto ao sorriso infinito, das gordurinhas da barriga à cabeça de Oreo, do que esquenta àquilo que chove, sem parar e contra a sua vontade.

 

___


Por: Ricardo Coiro – Via: Superela (Superela é uma plataforma capaz de fazer as mulheres mais felizes, tudo de especial sobre Amor, Sexo, Vida, Beleza e Estilo! Mais textos incríveis em: Superela.com)

19 rituais simples para casais que querem ficar felizes para sempre

Artigo Anterior

As vantagens de ser você mesmo

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.