5min. de leitura

Amor de mãe é infinito…

As mães são seres extraordinários que nos compreendem com um simples olhar e que nos decifram sem dizermos nada…


Não é que somos transparentes, mas é que as mães têm certos dons que ainda não foram descobertos…

Será que quando as mulheres se tornam mães são tomadas por algum encanto? Porque me parece que as mães não cansam, não desistem, não deixam de defender seus filhos, nunca param e, mesmo assim, sempre estão dispostas a cuidá-los e a atender-lhes no que for preciso…

As mães doam-se por completo para dar tudo por seus filhos, mas, mesmo assim, ainda acreditam que fizeram pouco e querem fazer muito mais e sempre mais…

Eu admiro todas as mães e tenho a certeza de ue todo dia é dia delas porque um dia no calendário não pode ser o suficiente para que possamos agradecê-las…


Todos os dias são dias das mães… Por isso, constantemente (e sempre) nós, filhos, devemos presenteá-las com os nossos sorrisos, com os nossos abraços, com os nossos “Eu te amo”, para que não percamos tempo e possamos mostrar-lhes, todos os dias, o quanto são especiais…

Nós carregamos em nós o  seu amor, mas não sabemos a dimensão do amor que as mães têm por nós…

Seu amor é infinito e se multiplica a cada dia.  Por isso, nunca tem fim, toda manhã se revitaliza e transborda em cada gesto que faz para os filhos, em cada cuidado, em cada olhar de ternura ou de compreensão, em cada abraço de amor!

Os versos que fiz abaixo foram em homenagem à minha mãe, mas tenho certeza de que as mães, independente do contexto, são todas iguais: são especiais e merecem todas as homenagens, como forma de retribuir um pouquinho do que fizeram por nós…


Amor de mãe é o resumo, em poucas palavras, do que derramam todos os dias em seus filhos… Por isso, os versos que se seguem tentam explicar um pouco do que esse amor significa, embora não o limite, porque todas as palavras não seriam capazes de descrever a objetividade do sublime amor, magia que só que só quem é mãe pode compreender…

Amor de mãe…

 

Embalou-me em seus braços

Aninhou-me em seu colo

Protegeu-me dos meus medos

Livrou-me do escuro

Deu-me confiança

 

Alimentou-me de amor

Deu-me banho de vida

Cobriu-me de sonhos

Iluminou-me com seus olhos

E a mim deu segurança

 

Proibiu-me de deixar de sonhar

Ensinou-me a andar sobre a lua

Mostrou-me o caminho das flores

Livrou-me dos amargos sentimentos

E a  mim deu esperança

 

Ouviu-me com seus ouvidos sempre atentos

Preocupou-se mais com meus problemas do que eu

Despertou-me para as belezas mais puras

Ensinou-me seus conselhos de mãe

E fez-me a sua eterna criança

 

Incentivou-me a acreditar na bondade

Fez-me ser um ser melhor

Trouxe-me alegrias coloridas

Fez-me sua amiga filha

E  mostra-me, todo dia, seu amor de mãe

 

Por mim, desistiu de desistir

Para mim, cuida dos meus descuidos

Por mim, cria encantos em desencantos

Para mim, constrói pérolas em simplicidades

 

Simplesmente por ser mãe

Fez e faz,

O que ninguém mais

É capaz…

(Patrícia Regina de Souza)


Nunca compreenderemos o amor e a dedicação infinitos de uma mãe, enquanto não formos uma…

Quem sabe a mágica de ser mãe não seja o grande mistério porque transforma o próprio ser mulher em outro que ainda não foi decifrado, em outro que não é mais um, mas é multiplicado e se torna dois, três… Seus filhos são sua extensão, mas são mais bem cuidados do que elas próprias, porque os filhos sempre serão prioridades para uma MÃE!

___________

Direitos autorais da imagem de capa: martinan / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.