publicidade

Amor é tudo, mas nem tudo é amor

A vida é muito curta para perdermos nossa juventude, saúde mental e física por conta de relações abusivas.



Fomos criados com uma ideia errônea de que alguns sentimentos e atitudes são por amor, mas nada que fere, humilha ou abala pode ser amor. Muitos de nós, vindos de famílias com grande desgaste emocional, com relacionamentos perturbados, com alcoolismo, violência doméstica, pensamos inconscientemente que esse tipo de comportamento é normal e adequado, e na vida adulta procuramos esses estereótipos para nos relacionar, continuando assim nosso círculo vicioso. Cuidado!

Cuidado com os relacionamentos abusivos, muitos pensam que o relacionamento doente é apenas aquele com agressões físicas, mas não é verdade, consideramos abusivo todo relacionamento com agressão mental, psicológica, física e sexual, portanto, na maioria das vezes, este tipo de relacionamento é bastante sutil e muitos nem sabem que o estão vivendo.

Ciúme não é amor e é importante que isso fique claro, pois escutamos muitas vezes que “ciúme é o tempero do amor” mas, na verdade, o respeito sempre será a base do amor, sem ele o amor não existe. Imponha limites, você tem amigos, sim! Não existe nenhum problema em ter amigos, em se relacionar com outras pessoas, seu celular é seu, privado, assim como as suas redes sociais. Há muitos casais que gostam de compartilhar seus perfis nas redes sociais, ótimo, mas que seja de comum acordo e não por ciúme excessivo.


A velha desculpa “eu me preocupo com você” não justifica mais o ciúme, não justifica alguém querer mudar seus gostos, suas roupas…

Se você gosta de roupas chamativas ou curtas, com certeza, ele a conheceu assim e não faz sentido querer que você mude pela insegurança dele. Não mude a sua essência, seja você em todas as ocasiões.

Não abandone seus amigos ou deixe de cumprimentá-los em público, amigos verdadeiros valem mais que ouro, são bens preciosos, porque um dia, o casamento acaba, os filhos crescem, mudam-se, mas os amigos, não, eles sempre estarão com você, de um modo ou outro. Muitos terminam seus relacionamentos e se encontram completamente sós. Por quê? Por que abandonaram seus amigos por estarem em um relacionamento. Amigos não são descartáveis, então mantenha-os em sua vida. Isso não é errado, pelo contrário.

Se você se sente pressionada, angustiada, se ama, mas existem dúvidas, se a alegria é passageira e a tristeza constante, se de repente fica pensando na roupa que usar para não causar discussões, precisa avaliar bem sua situação.


Preste atenção aos sintomas de um relacionamento doente:

Mudanças de humor: não existe estabilidade no relacionamento, você está sempre se perguntando “como ele estará hoje”? Às vezes, gentil e, de uma hora para outra, rude e agressivo. Você não precisa passar por essa insegurança de não saber como lidar com as oscilações de humor de outra pessoa.

Humilhação: se a pessoa com quem você se relaciona a critica em público e faz com que você se sinta constrangida, pule fora. Precisamos de apoio assim como devemos apoiar; críticas excessivas são crueldade e não incentivo.

Controle: Não existem segredos em relacionamentos saudáveis, mas há algumas coisas de que somente você precisa saber. Não deixe ninguém interferir em suas decisões, você tem um relacionamento, não um pai, você é adulta e não precisa pedir permissão para visitar uma amiga, ir ao cinema ou comprar as suas coisas.

Culpa: algumas pessoas têm o dom de inverter uma situação e, rapidinho, passam de errados para vítima da história, transferem a culpa deles para você.

Exibicionismo: existem coisas que são a dois e para os dois, ninguém precisa saber. Se você se relaciona com alguém que conta a sua intimidade para outras pessoas, preste atenção!

Por fim, procure ajuda, analise os fatos, primeiramente, para saber se você está vivendo uma situação de abuso. Ponha limites e, se quer manter o relacionamento, explique o quanto se sente desconfortável e que certas atitudes devem ser contornadas para que o relacionamento seja sadio para ambos. A vida é muito curta para perdermos nossa juventude, saúde mental e física por conta de relações abusivas.

Lembre-se: quem ama não mata, não destrói, não humilha, não fere. Quem ama protege e respeita. Amor é tudo nesta vida, mas nem tudo é amor.

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Federico Marsicano/123RF Imagens.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.