4min. de leitura

Amor é um completando o outro. Se apenas uma das partes gostar, não é amor, é ilusão.

Ela nunca foi correspondida…   


Perdi as contas de quantas decepções já tive ao longo da minha vida, não sou boa nos sinais. A pior delas é achar que o cara está na sua e, numa bela manhã, abrir a página do facebook e ver que ele acabou de postar em um relacionamento sério com outra pessoa.

Sinceramente, às vezes acho que meu futuro namorado deve ter morrido antes de ter me conhecido.

Estar solteira é muito bom. Sentir essa liberdade de ser a melhor companhia, depois de vários livramentos.

Amar-se, sair com os amigos, ter a família sempre por perto, valorizar-se a ponto de não se envolver com qualquer um e de não ser tratada como segunda opção.


Ser segura de si e dar conselhos sobre relacionamentos.

Sempre banco a forte e ajudo o próximo, sem transparecer que sou eu quem precisa de ajuda.

É ruim sentir essa paixão que não me corresponde, dói. Muitas vezes idealizo o cara perfeito. Demonstro interesse achando que vai ser recíproco e quebro a cara. Não posso chamar de amor, algo que não é correspondido. Amor é construção das duas partes, é um completando o outro. Se apenas uma das partes gostar, se só uma das partes fizer drama de colocar coisas onde não tem, isso não é amor, é ilusão.


Tenho um enorme dedo podre, quando encontro um cara legal, geralmente, ele é comprometido ou já está a caminho de um namoro.

Apesar das diferenças desse mundo em que os valores já se perderam, onde o amor foi banalizado, os namoros tornaram-se descartáveis e o amor foi deturpado, eu nunca desisti de um dia encontrar você.

Acredito que todos nós temos um vazio que precisa ser preenchido, festas, drinks, pessoas, nada disso pode preencher de verdade, pode até trazer uma alegria momentânea, mas à noite, ao fechar os olhos, o vazio estará ali novamente. Sei que Deus torna toda alegria duradoura, só ele pode nos preencher. Começando dentro de nós, fazendo com que de lá, não saia nunca mais. Ele tem o poder de fazer o que é bom durar para sempre. Por isso, não perco a esperança de esperar o tempo de Deus.

As garotas aprendem muito quando crescem. E um dia vai encontrar um cara maravilhoso e ter um final feliz. Mas as vezes estamos tão concentradas em achar nosso final feliz, que não aprendemos a ler os sinais, como distinguir os que nos querem e os que não nos querem. Distinguir os que vão ficar e os que vão embora. Talvez, este final não inclua um cara maravilhoso. Talvez… dependa de você. Sozinha, juntando os pedaços e recomeçando. Libertando-se para achar algo melhor no futuro. Talvez o final feliz seja só seguir em frente.

Talvez o final seja este, saber que apesar das ligações não retornadas e todas as mágoas, apesar de todos os erros e sinais mal interpretados, apesar de toda dor e constrangimento…você nunca perdeu a esperança. ”

Inspirado no filme: Ele não está tão afim de você.

_________

Direitos autorais da imagem de capa: ginasanders / 123RF Imagens





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.