ColunistasReflexão

“amor tem dessas provas, insuportavelmente dolorosas de sua existência…’’

AMOR TEM DESSAS PROVAS capa e dentro

Meu anjinho de quatro patas me deixou, como isso dói. Chegar em casa depois de um dia difícil, e te encontrar morto.



Nessa hora, um filme passou pela minha cabeça, perdi meu grande amigo, só quem ama os animais sabe o quanto dói ter que dizer adeus. O vi nascer, nos criamos juntos. Recordo todas as vezes que sentia quando eu estava triste, e ficava ao meu lado, mas desta vez você não está e isso me deixa arrasada.

Conforta-me saber que não sofreu, que foi porque tinha que ir, nunca será esquecido.

Sou dessas pessoas que têm uma enorme dificuldade para encerrar ciclos e se tem uma coisa no mundo que me alivia, é escrever.


Sempre foi muito mais do que um simples bicho: foi meu companheiro de todas as horas, meu confidente, meu escudeiro mais fiel. Nunca vou esquecer que mesmo fraquinho ia atrás de mim aonde quer que eu fosse.

Isso sim pra mim é fidelidade e companheirismo, uma demonstração de amor incondicional, sentimentos cada vez mais raros entre as pessoas.

Estou tentando aceitar, é um processo dolorido. Mas tenho certeza que ele está pulando de nuvem em nuvem, procurando a mais alta e fofinha para deitar, assim como ele fazia nos tapetes aqui em casa, e olhar para a gente aqui na terra.

Obrigada por ter feito com que esses 14 anos fossem maravilhosos. Obrigada por ter me ensinado o verdadeiro significado da palavra amor e de sentimentos como companheirismo e lealdade.


Você se foi, mas tudo que você me ensinou nesse tempo vai ficar aqui comigo. Vai fazer muita falta, muita. Que Deus e os anjos te recebam aí no céu dos animais e que você possa olhar por nós aqui na terra.

E que fique registrado aqui minha última homenagem a você, que foi tão importante para a minha vida e da nossa família.

Te amo incondicionalmente. E isso não muda nunca mais.


A simplicidade de uma alma verdadeira é a mais pura forma de elegância!

Artigo Anterior

Carta para quando eu conseguir…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.