ColunistasEspiritualidade

Anjos terrenos: como são e como reconhecê-los? será que você é um deles?

É inegável que todos nós somos seres espirituais de luz. Contudo, há uma categoria de almas que estão encarnadas no plano terrestre e que possuem características angélicas. Essas almas estão na Terra para servir a humanidade e ajudar todas as pessoas no seu processo de despertar espiritual para que possam ascender aos olhos de Deus. São os anjos terrenos.



Felizmente, no meu caminho de vida, tenho conhecido alguns desses anjos. São pessoas comuns e não têm asas, mas têm sim a enorme capacidade de se doar aos outros com amor e compaixão.

Onde quer que estejam, os anjos terrenos são pessoas que conseguem transmutar as energias de um espaço e levar paz aos que estão à sua volta.

Os anjos terrenos são seres evoluídos espiritualmente e têm uma vibração energética muito forte. A sua aura é de cor branca ou violeta e possuem uma enorme conexão ao mundo espiritual, sendo pessoas altamente sábias sem necessariamente aprenderem pelos livros. Tudo o que fazem, os anjos terrenos conseguem fazer bem e trazem com eles uma sabedoria inata que, por vezes, pode parecer arrogância aos que estão à sua volta. Conseguem ficar frustrados muito facilmente porque se sentem incompreendidos pelos demais e sentem que ninguém fala a sua linguagem, tendo por hábito isolarem-se e serem solitários.


Os anjos terrenos levam uma vida normal e, provavelmente, tiveram uma infância difícil, tendo vindo à Terra programados com o momento certo do seu despertar para assim poderem ajudar os outros. Normalmente, o seu despertar espiritual é precedido de eventos altamente traumáticos e difíceis.

É um fato que todos somos seres espirituais, mas todas as almas têm graus de evolução diferentes e as suas missões também são diferentes.

Os anjos terrenos são o símbolo de paz, amor e luz na Terra. Contudo, há que ter bem claro que os anjos terrenos também trazem os seus desafios e não são seres perfeitos nem santos.

Eles também cometem erros e têm as suas aprendizagens.


A diferença é que ser um anjo terreno é como trabalhar diretamente para Deus ou para o Universo: o objetivo deste trabalho é ajudar os outros, espalhar bondade, ter compaixão e fazer a diferença ao cultivar a luz e o amor no coração dos homens.

Eis alguns sinais de que você pode ser um anjo terreno:

1. Tem sempre uma ideia ou solução para ajudar os outros;

2. As pessoas tendem a procurá-lo para desabafar;


3. Procura sempre aperfeiçoar as suas ações;

4. Raramente pede ajuda aos outros, pois sabe que você é o pilar;

5. É uma pessoa insegura nas relações;

6. As pessoas sentem-se com mais energia só de falarem contigo;


7. Aceita os outros tal como são;

8. Tenta ver sempre o lado positivo da vida e das pessoas;

9. Tem um talento inato para as artes e para a cura;

10. Não tem jeito para gerir ou ter responsabilidades e burocracias;


11. Durante a infância foi diagnosticado com défict de atenção ou outro distúrbio cognitivo;

12. Não suporta ver ninguém sofrendo e atrai muita gente em sofrimento e a precisando transmutar a sua energia;

13. Evita o confronto com pessoas conflituosas ou discussões;

14. É uma pessoa muito insegura e procura a aprovação dos outros, ainda que as pessoas o vejam como uma personalidade forte;


15. Muitas vezes é incompreendido pela sua própria família;

16. Tem dificuldade em manter-se enraizado;

17. Passa muito tempo a esquecer as coisas e com a sensação de estar na lua;

18. Não é uma pessoa competitiva nem ambiciosa. Pelo contrário, gosta de trabalhar sozinha;


19. Tem tendência a sentir as coisas mais intensamente, com muita emoção e sensibilidade;

20. Cuida mais dos outros do que de si;

21. Precisa de muito contato com a natureza e estar no meio urbano pode desestabilizá-lo por completo;

22. Lugares como pubs, shoppings, discotecas, restaurantes ou lugares com muita gente são insuportáveis para você;


23. Teve uma infância com poucos amigos e se sentia diferente, mesmo sendo normal;

24. Tem uma relação difícil e pouco próxima com os seus pais e irmãos;

25. Pessoas que mal conhece ou desconhecidos contam-lhe coisas incríveis das suas vidas;

26. Parece mais jovem do que realmente é;

27. Tem um profundo sentimento de que veio ao mundo para ajudar os outros;

28. Atrai parceiros difíceis e que não sabem valorizá-lo;

29. Sente-se muitas vezes perdido e com vontade de voltar para “casa”;

30. Consegue comunicar com guias, anjos e santos com facilidade.

Se você se identificou com a maioria dos pontos atrás referidos, então, parabéns! Você é um anjo terreno que veio ao mundo para servir e iluminar os outros.

Então, é imperativo que cuide de si e da sua energia, para melhor cumpri o seu propósito.

Eis algumas dicas para fortalecer a sua energia angélica:

1. Meditar diariamente;

2. Estabelecer uma ligação com os seus guias e anjos;

3. Todos os dias fazer uma boa ação;

4. Aprender a ouvir e a confiar na sua intuição;

5. Manter a casa ou o local de trabalho limpo e arrumado;

6. Ter plantas ou flores por perto;

7. Cuidar da alimentação e fazer exercício físico;

8. Expandir a mente e o coração a diferentes pessoas e culturas;

9. Usar cristais;

10. Aprender Reiki ou outra terapia energética;

11. Tomar banhos de sal e ervas.

Quando descobrir qual é a sua missão de vida enquanto anjo terreno, então, seguramente, sentir-se-á mais ancorado, mais feliz e realizado! O importante é não desistir do seu caminho e aprender a ouvir o seu coração, pois ele sabe qual é o destino certo.

Ser um trabalhador da luz é uma tarefa que exige muito de nós e muita firmeza, foco e fé.

Haverá sempre alguém a criticar e a julgar, assim como muitas dificuldades no caminho. O importante é sermos fiéis à nossa missão e àquilo que viemos aqui fazer: trazer paz e luz à humanidade. Poderá começar por trabalhar e servir como voluntário e, mais tarde, cobrar pelos seus serviços. É muito gratificante quando as pessoas valorizam o nosso trabalho. E lembre-se: há sempre lugar para todos os trabalhadores da luz.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: hazyar / 123RF Imagens

Somos todos atletas nesse exercício da vida!

Artigo Anterior

Tenho uma declaração e um pedido a fazer…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.